Aplicativo para barcos Navionics tem muitos recursos, mas não substitui o gps

27/06/2016

Disponível para as plataformas Android, iOS e Windows, o aplicativo de navegação Navionics é do tipo que vale ter sempre à mão — tanto que é o mais popular entre os donos de barcos.

Oferecido com as cartas náuticas do Caribe e América do Sul — na Google Store (Android) —, ele não apenas mostra a posição do barco como, com o upgrade Nav Module, permite planejar rotas com informações detalhadas de cada trecho — por exemplo, com base na velocidade e consumo de combustível do barco —, acessar as informações sobre marés na região, gravar o percurso e ainda inserir fotos com a localização de itens relevantes, como lajes, praias e faróis.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

É mesmo bem fácil montar uma rota com este aplicativo, que funciona tal qual um gps. Só é preciso marcar com o dedo os pontos desejados na tela. Para ajustar a localização de um waypoint, basta entrar no modo “edit” e posicioná-lo no local desejado. Para apagá-lo, deve-se pressioná-lo até surgir a palavra “delete”. Também é possível inverter a rota, para navegar de volta ao ponto de partida. Durante a navegação, aparecem na tela informações como a distância total e até o próximo waypoint, além do tempo de chegada ao destino.

As informações mais detalhadas de cada trecho da rota podem ser verificadas em uma página específica para isso e também é possível procurar marinas na região, ao selecionar o ícone de um veleiro na tela. Este aplicativo traz muitos recursos para navegar com segurança, mas, como todo gps, qualquer que seja o sistema, está sujeito a falhas — motivo pelo qual o piloto deve estar preparado para navegar pelos meios tradicionais.

Diferentemente dos gps portáteis, que têm boa resistência a água, poucos smartphones são à prova de respingos, e as baterias deles também não costumam durar muito. Por isso, é preciso lembrar de levar bateria de reserva ou um carregador para usar na tomada de 12 V do barco.

Texto publicado na edição da revista NÁUTICA de março de 2015.

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Fotógrafo captura cena impressionante de jubarte atravessando raias: “muito emocionado”

    Imagens que encantaram as redes mostram baleia atravessando enorme cardume de espécie ameaçada de extinção

    Cientistas descobrem que baleias beluga podem se comunicar movimentando a cabeça; assista

    Conclusão veio com o estudo de animais em cativeiro; pesquisadores registraram 5 movimentos diferentes

    Casa de vidro sobre as águas no Texas está à venda por quase R$ 30 milhões; conheça

    Residência fica na cidade de Round Top, cujo último senso registrou população de 91 habitantes

    E-combustíveis para o setor marítimo podem gerar 4 milhões de empregos, diz pesquisa

    Estudo foi encomendado pelo Fórum Marítimo Global e indica que as vagas serão abertas até 2050

    Futurista e feita de titânio: conheça a lancha de 55 pés que parece uma nave espacial

    Com estilo contemporâneo, será a primeira embarcação lançada pelo estaleiro Mirrari, dos Emirados Árabes Unidos