Para o secretário Vinicius Lummertz, São Paulo poderá receber seis milhões de turistas por ano

Ex-ministro do Turismo, Lummertz vê no turismo (incluindo o náutico) potencial para causar efervescência na economia do país

29/09/2022

“Vou falar de um programa que é uma semente”, disse Vinicius Lummertz, ao abrir sua palestra durante o 7º Congresso Internacional Náutica, ocorrido na última semana, na capital paulista. “A economia do visitante”.

 

Ex-ministro do Turismo, autor do livro “Sem Turismo a Conta não Fecha”, o secretário de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo vê no turismo (incluindo o náutico) potencial para causar efervescência na economia do país, ficando a passo com agronegócio na geração de divisas. Mas é necessário criar ambiente favorável ao empreendedor, a fim de que essa previsão vire realidade.

 

Para isso, foi feito um mapeamento dos municípios com vocação para turismo náutico. São Paulo tem 120, de acordo com a Secretaria. São 630 quilômetros de costa marítima, cerca de 4.200 quilômetros de rios navegáveis e mais de 50 reservatórios (lagos e represas). “A ideia é revelar o potencial de um setor que pode gerar muitos empregos e movimentar a economia”, revelou Vinicius Lummertz.

 

Ao mesmo tempo, sua Secretaria criou um programa de estruturas náuticas que beneficiará 13 municípios do interior de São Paulo, localizados à beira de rios, lagos e represas. Com esse investimento, o número de turistas e excursionistas, que atualmente está em torno de 1,7 milhão por ano deve chegar a quase seis milhões em dez anos. A estimativa é do Centro de Inteligência da Economia do Turismo (CIET), ligado à pasta.

 

O programa inclui a implantação de passarelas, píeres flutuantes e sistemas de ancoragem, todos em peças pré-montadas. Em terra, caminho e passeio, decks de madeira, pergolado, mirante, paisagismo e mobiliário urbano. As maiores estruturas serão implantadas nos municípios de Mira Estrela e Pederneiras. As obras devem terminar em dezembro deste ano.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial

    Schaefer Yachts anuncia barco que não afunda, ideal para resgates em alto-mar

    Com o nome de Interceptor 48 Pilot, novidade é fruto de parceria com a empresa irlandesa Safehaven Marine

    Criatura de 18 metros está impactando a cadeia alimentar da vida marinha; entenda

    Gelatinoso e transparente, os "picles do mares" causam perturbações no ecossistema durante as ondas de calor oceânicas e preocupam cientistas