Polêmico na carne, ouro é estrela também em iate de 100 pés

Jogadores brasileiros de futebol provaram prato com ouro. Veja outros projetos extravagantes onde o ouro é protagonista

08/12/2022

Um curioso prato de carne folheado a ouro roubou a cena em um dia de folga da Seleção Brasileira no Catar. Mas a refeição, entre uma partida e outra da Copa do Mundo, não é a única extravagância em que o ouro é protagonista — há até embarcações usando o material.

 

O iate de 100 pés History Supreme, por exemplo, foi muito além. A pedido de um magnata da Malásia, o joalheiro britânico Stuart Hughes afirma ter aplicado 100 mil quilos de ouro sólido e platina na embarcação.

 

Hughes é famoso por anunciar gadgets de alto luxo e tem entre suas criações extravagantes uma versão do iPhone produzida com 135 gramas de ouro 24 quilates, 600 diamantes brancos e um raro diamante preto.

 

Tudo indica que o dono do opulente iate History Supreme é Robert Kuok. Com o intuito de ser exclusivo, a embarcação, ao longo dos 100 pés (cerca de 30,5 metros) ostenta o brilho do metal precioso.

Reprodução

A pintura do casco é feita com finas camadas da folha do produto, assim como as cadeiras do deck e a âncora. Mas não para por aí. O iate ainda tem uma parede adornada com pedras de meteoro e ossos de Tiranossauro Rex de verdade, além um aquário feito com 70 quilos de ouro.

Reprodução: Autoevolution

Segundo Hughes, o valor do History Supreme é estimado em mais de 3 bilhões de libras esterlinas, aproximadamente 19 bilhões de reais (valores convertidos em dezembro de 2022).

Mas não é só sobre as águas que a ostentação pode aparecer. Carros superesportivos, como o Lamborghini Aventador e o Bentley Mulsanne também já tiveram uma versão “gold”.

 

O primeiro modelo foi encomendado em 2015 e será entregue no dia 18 de dezembro deste ano, em comemoração ao fim da competição mundial e também ao Dia Nacional do Catar. O outro tem a tampa do porta-malas, capô e teto feito do metal precioso e foi produzido em 2014.

Reprodução: Luxury Launches

 

Por Felipe Yamauchi, sob supervisão da jornalista Denise de Almeida

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Saiba como seu barco pode ajudar moradores do Rio Grande do Sul

    Grupo Náutica uniu forças com a CUFA para apoiar o estado atingido por enchentes; instituição busca pequenos barcos para o transporte de doações

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada