Regatas na Alemanha

Por: Redação -
05/05/2016

 

Os quatro brasileiros no City Grand Slam de Hamburgo, na Alemanha, obtiveram bons resultados nas duas regatas desta quarta-feira, 4, no Lago de Alster pela Star Sailors League (SSL). Bruno Prada e o norte-americano Augie Diaz somaram terceiro e sétimo Lugares. A dupla Francisco Siemsen e Arthur Lopes (Tutu) conquistou segunda e oitava colocações, enquanto Torben Grael, ao lado do italiano Stefano Lillia, recebeu bandeira preta por queimar a largada, mas se recuperou com um quinto lugar na segunda prova.

Concluídas cinco regatas, a liderança é dos poloneses Kuznierewicz e Zycki, com 4,5 pontos perdidos, apenas meio ponto de vantagem sobre Melleby e Revkin, da Noruega. Lawrence e Coleman (EUA) estão em terceiro com sete pontos. Szabo (EUA) e Ducommun (SUI) foram os únicos a vencer duas regatas do dia. Resta apenas uma prova para o encerramento da primeira fase, que selecionará 30 das 90 tripulações para mais cinco regatas na segunda fase. O descarte do pior resultado passou a ser considerado a partir da quarta prova. Os pontos da primeira fase serão levados para a segunda e zeram nas quartas de final, com regatas eliminatórias.

“As duas regatas de hoje (quarta) foram muito difíceis porque não havia pressão do vento para segurar os barcos de forma mais consistente no rumo correto. Ontem com o vento mais forte a prova foi mais desgastante, mas nosso desempenho foi superior. O importante agora é passar de fase”, avaliou o cubano naturalizado americano, Augie Diaz, timoneiro do barco de Bruno, com 15 pontos perdidos, já descartado um oitavo lugar. A dupla ocupa a nona colocação geral. Com previsão de mais um dia de vento fraco, haverá apenas uma regata para cada flotilha nesta quinta (5), complementando a primeira fase, a partir de meio-dia (7h00 de Brasília).

Torben e Stefano também permanecem em condição segura, com o 11º lugar. “O entrosamento melhorou de ontem para hoje (quarta), mas com o Torben não tem jeito. Ele grita comigo o tempo todo, de qualquer maneira”, consolou-se o proeiro italiano Stefano. O ganhador de cinco medalhas olímpicas reagiu de forma positiva diante da bandeira preta. “Pelo menos agora já temos alguma coisa para descartar”, resignou-se Torben. “Está tudo dentro do previsto. O negócio é mudar de fase e seguir em frente”.

Os estreantes da SSL, Francisco e Arthur souberam o que fazer no Lago Alster e estão surpresos com o rendimento além das próprias expectativas. “Largamos bem nas duas regatas e percebemos que evoluímos em relação ao primeiro dia porque estamos um pouco mais familiarizados a bordo. As manobras estão saindo de forma mais automática e já adquirimos algum conhecimento da raia”, relatou Arthur. Conhecida como Chico e Tutu, a dupla brasileira aparece em 14º lugar e terá de manter a regularidade para seguir entre as 30 mais bem colocadas.

A forma de disputa da SSL é garantia de emoção. Na primeira fase os 90 barcos estão divididos em flotilhas amarela, azul e vermelha, com previsão de seis regatas para cada grupo. Os 30 mais bem classificados seguem para a segunda fase, na sexta-feira (6), com mais cinco regatas. Os dez primeiros avançam para três regatas eliminatórias: quartas de final, semifinal e final, com oito, seis e quatro barcos, respectivamente, sendo que o vencedor da segunda fase vai direto para a final, enquanto o segundo colocado se garante na semifinal. As regatas decisivas estão previstas para sábado (7/5). A premiação geral é de 100 mil dólares.

Foto: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Fountaine Pajot leva catamarã de 16 metros ao Rio Boat Show 2024

    Aura 51 é o maior catamarã a vela sem flybridge do estaleiro francês e estará no evento náutico de 28 de abril a 5 de maio

    No NÁUTICA Talks, Elio Crapun palestra sobre revolução dos hidrofólios nas embarcações

    Velejador abordará detalhes sobre realidade e avanços de barcos que navegam sobre fólios durante o Rio Boat Show 2024

    Casarini Boats levará mistura de bote com jet ao Rio Boat Show 2024

    Embarcação inovadora será um dos destaques do evento que acontece de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    No NÁUTICA Talks, Paula Vianna mergulha nos desafios da fotografia subaquática

    Vencedora de concursos internacionais, fotógrafa é presença confirmada no Rio Boat Show 2024

    Série de NÁUTICA com família a bordo de barco centenário já tem data de estreia

    Com 10 episódios, “A Europa como você nunca viu” acompanhará um casal, uma criança e um cachorro pelos canais dos Países Baixos