Superiate de luxo dos anos 1980 está disponível para fretamento no Mediterrâneo

Com 184 pés, O'Natalina passou por uma reforma completa em 2017 e charter inclui até brinquedos aquáticos

01/12/2022
Reprodução: Autoevolution

O superiate O’Natalina parece aos nossos olhos uma nova embarcação, tanto pelo seu estilo ultramoderno, quanto pelas suas instalações internas, todas cheias de requintes. Contudo, ele é quase um quarentão.

Reprodução: Autoevolution

Em 1985, o estaleiro italiano Picchiotti, desenvolveu todo o projeto deste grande barco, com 184 pés (56 m). Em 2017, ele foi comprado pelo estaleiro grego Golden Yachts e passou por uma profunda reforma e ganhou este novo nome, uma espécie de marca registrada da empresa grega (outros modelos deles têm os nomes de O’Mega, O’Asis e O’Pari).

Reprodução: Autoevolution

Para acomodar com bastante conforto os 12 convidados, o superiate possui seis camarotes com sistema de entretenimento, como TVs via satélite, wi-fi a bordo e até uma pista de dança. Outros 12 tripulantes também viajam com muita comodidade.

Reprodução: Autoevolution

A embarcação conta com dois motores MTU, com velocidade de cruzeiro de 15 nós. Seu tanque de combustível é de 95 mil litros, e quando cheio, ele pode chegar a mais de 6 mil milhas de autonomia. Todo seu casco é feito de aço, já a estrutura foi produzida em alumínio.

Reprodução: Autoevolution

Atualmente, O’Natalina se encontra disponível para o fretamento na região do Mediterrâneo. Seu valor de aluguel semanal está em torno de 170 mil euros, cerca de R$ 960 mil (valores consultados em novembro de 2022). Por esse valor, já está incluso os brinquedos aquáticos, como um Seabob (scooter subaquática), brinquedos rebocáveis e até os equipamentos de wakeboard.

Reprodução: Autoevolution

 

Por Felipe Yamauchi, sob supervisão da jornalista Denise de Almeida

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Submarino da Marinha dos EUA utilizado na 2ª Guerra Mundial é encontrado no mar da China

    Embarcação perdida em combate há quase 80 anos estava a 900 metros de profundidade em posição vertical

    Primeira turma de mulheres na Marinha lança livro com vivências e bastidores

    Obra dividida em quatro capítulos relembra o pioneirismo das 307 jovens que se tornaram as primeiras praças na força armada

    Bilionário planeja visita ao Titanic e chama submarino que implodiu de "engenhoca"

    Larry Connor está construindo um submersível capaz de alcançar 3,7 mil metros de profundidade

    Novo aquário da China promete animais marinhos em ambiente de sonho

    Espaço de 140 mil m² prevê receber 3,5 milhões de pessoas por ano a partir de 2027, quando inaugurar

    Teste Solara 380 Bowrider: lancha encanta com amplos espaços e boa navegabilidade

    Muito agradável para uso externo, a nova embarcação tem aberturas laterais na popa, solário triplo e cockpit espaçoso