Tartaruga Cyborg

Por: Redação -
19/05/2015

A tecnologia de impressão em 3D está se desenvolvendo ainda mais a cada dia que passa e, também, ajudando muitas pessoas e animais. Um bom exemplo foi mostrado ao mundo, na semana passada, quando uma tartaruga marinha ferida pôde voltar para seu habitat natural graças a uma prótese feita em 3D pela empresa turca BTech Innovation.

A tartaruga perdeu parte das mandíbulas superior e inferior e não conseguia se alimentar sozinha. Para ajudar o animal, a BTech Innovation escaneou a cabeça da tartaruga e fez um molde para projetar um novo bico. Depois de receber aprovação dos veterinários, a nova mandíbula foi impressa em 3D utilizando um tipo especial de titânio.

Após a cirurgia e recuperação, a tartaruga marinha voltou para o mar com um novo bico e uma aparência robótica. Esta foi a primeira vez que uma prótese de mandíbula foi criada e aplicada com sucesso.

A tecnologia de impressão em 3D também está sendo utilizada para fazer próteses para humanos. A startup Open Bionics apresentou na CES 2015 alguns modelos de próteses feitos em 3D e com baixo custo, para tornar membros robóticos mais acessíveis para a população.

Foto: BTech Innovation /Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sino de navio americano naufragado durante a Primeira Guerra Mundial é encontrado na Inglaterra

    Embarcação naufragou após ser atingida por submarino alemão; objeto será exposto no Museu da Marinha americana

    Com método inovador, jovem inventor quer acabar com plásticos no mar

    Irlandês criou equipamento para monitorar poluição aos 12 anos e foi premiado pelo Google aos 18; conheça

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Barco percorreu mais de 63 mil milhas náuticas só com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos