Triton Yachts chega ao mercado turco com exportação de duas lanchas

A Triton 250 Open foi o segundo barco produzido pelo estaleiro paranaense a atracar na Turquia

30/03/2023

A brasileira Triton Yachts acaba de chegar ao mercado turco, com dois modelos exportados: a Triton 250 Open e a Triton 275. O barco mais recente a atracar na Turquia foi a Triton 250 Open, que tem 25 pés e proa aberta.

Com capacidade para até 10 pessoas em passeios diurnos, a embarcação possui cockpit espaçoso, amplo solário de popa, boca de 2,60 metros e motorização de 250 a 300hp (gás).

Dentre os muitos itens de série da 250, vale destacar o revestimento acústico na casa de máquinas, estofamento interno e externo (curvim ou tecido), o púlpito de proa em aço inox e a porta de acesso ao deck em acrílico.

A primeira Triton a chegar às águas turcas

A Triton 275 foi o primeiro modelo da marca a chegar às águas turcas, no final de 2022. Com 27 pés e 2,70 metros de largura, ela tem espaço suficiente para dez pessoas aproveitarem tranquilamente um passeio diurno, enquanto quatro podem passar a noite, aproveitando dois quartos e um banheiro.

No quesito motorização, trata-se de um barco com centro-rabeta de 250 a 350 hp, na versão a gasolina, ou de 170 a 300 hp, na opção diesel.

Os itens de série contam com abastecimento externo, almofadas e travesseiros, bar em acrílico, bomba de água pressurizada, caixa para geladeira ou geleira, cama de meia nau e muito mais.

Nossas embarcações seguem rígidas certificações internacionais, e prova do nosso rigoroso processo construtivo é a entrada no mercado náutico norte-americano, um dos mais maduros e exigentes em termos mundiais. – Allan Cechelero.

Segundo a marca, já são mais de 150 unidades da Triton Yachts navegando em países como Estados Unidos, Espanha, Noruega, Holanda, Paraguai, Argentina e Itália.

De acordo com Allan Cechelero, diretor de marketing, apesar de ainda ser pequeno o volume, as exportações de barcos da marca têm crescido de forma gradativa e hoje giram em torno de 20% do volume total produzido especialmente para países da América do Sul e Europa.

 

A expectativa da Triton é dobrar o número de unidades entregues para outros países nos próximos três anos. “Já temos uma entrega marcada para o México, em julho deste ano”, revela o diretor.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial