12 jets que mostram os avanços da categoria nos últimos 40 anos

11/02/2015

Tal como de embarcações maiores, os modelos de jets evoluíram muito desde o primeiro, lançado pela Kawasaki, no ano de 1973. Não só pelo design, mas também, pela modernização de funções, capacidade de pessoas e seu peso. Hoje, a famosa moto aquática está muito mais difundida e continua a ganhar corações por aí. NÁUTICA listou 12 modelos que mostram a evolução da categoria nos últimos anos.

1- Sea-Doo Spark (2013)
Chegou ao Brasil com a proposta de atrair novos compradores. Para isso, oferece o melhor preço entre os concorrentes. É um jet leve (tem a metade do peso dos jets de entrada atuais), colorido e divertido.

2- Kawasaki Ultra 300X (2011)
O mais potente do mundo, com 300 hp, vai de 0 a 50 mph (43,4 nós) em apenas 3,7 segundos, aceleração equivalente à de uma Ferrari.

3- Sea-Doo GTX Ltd (2008)
Primeiro jet com suspensão, freio e marcha a ré eletrônicos, recursos que tornam a pilotagem ainda mais confortável e segura.

4- Yamaha VX (2005)
Com boa performance e preço acessível, tornou-se o jet campeão de vendas da marca. Tem motor quatro tempos de 110 hp e uma versão esportiva, de 180 hp.

5- Sea-Doo RXP (2004)
Jet de dois lugares que se destacou como o primeiro a ter mais de 200 hp de potência (215 hp). No ano seguinte, ganhou uma versão de três lugares, o RXT.

6- Honda F12 (2002)

Fez história ao introduzir o motor quatro tempos, à frente do Yamaha FX 140 e do Sea-Doo GTX 4-Tec. De quebra, lançou a primeira versão com turbocompressor.

7- Kawasaki Ultra 150 (1999)
Além de lançar o painel digital, este dois lugares atingia 67 mph (58,2 nós) de máxima, o que serviu de parâmetro para limitar a velocidade dos jets até hoje.

8- Yamaha GP 1200 (1997)
Primeiro jet de alta performance da Yamaha. Deu origem a outros modelos esportivos da marca, entre eles o GP 1300R, cobiçado pelos amantes da velocidade.

9- Yamaha WB 700 (1993)
Xodó dos brasileiros, devido à boa performance nas curvas e à velocidade, chegava a 41 mph (35,6 nós). Até hoje mantém o prestígio no mercado de usados.

10- Sea-Doo XP (1991)
Dois anos depois de debutar no mercado, com o Sea-Doo SP, a Bombardier lançou esse modelo. Ágil e rápido, inovou com espelhos retrovisores e trim.

11- Yamaha WR 500 (1986)
Estreia da Yamaha, trouxe como novidade a pilotagem sentada. Em seguida, ganhou uma versão com assento maior, para duas pessoas.

12- Kawasaki JS 400 (1973)
Primeiro jet da história, com motor de 27 hp e pilotagem em pé. Chegou aqui em 1983. Nos anos 1990, ganhou a versão 800 SX-R, com motor 2T três cilindros.

Foto: Arquivo NÁUTICA

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Saiba como seu barco pode ajudar moradores do Rio Grande do Sul

    Grupo Náutica uniu forças com a CUFA para apoiar o estado atingido por enchentes; instituição busca pequenos barcos para o transporte de doações

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada