30 dias

Por: Redação -
04/03/2015

Quem se lembra da imagem dos Molhes da Atalaia lotados e do píer abarrotado de pessoas na recepção das equipes durante a Volvo Ocean Race 2011-2012? São essas cenas de arrepiar que o Comitê Central Organizador da Itajaí Stopover quer ver se repetir a partir do dia 3 de abril. Faltam exatos 30 dias para a maior corrida de volta ao mundo retornar à Itajaí. A organização projeta bater um novo recorde: levar 350 mil pessoas para a Vila da Regata durante os 17 dias do evento e confirmar o que já foi sentido em 2012 – o público local é o mais caloroso de todas as paradas da competição.

O discurso de quem visitou Itajaí durante a edição de 2012, na hora de voltar para a casa, foi praticamente unânime: a única parada da América Latina superou todas as expectativas e o público foi o principal ingrediente para que a etapa brasileira atingisse um dos maiores índices de aceitação da história da competição. Um estudo feito pela empresa de consultoria britânica Price Waterhouse Coopers (PwC)* apontou que o visitante deu nota 9,16 para a Vila da Regata de Itajaí na primeira edição.

A previsão inicial, de 150 mil pessoas, foi superada logo nos primeiros dias e a própria organização geral da Volvo Ocean Race passou a citar os cerca de 300 mil visitantes como exemplo para as demais cidades que receberam a Volta ao Mundo. Só nos Molhes, a estimativa é de que 25 mil pessoas tenham se concentrado para acompanhar de perto o baile dos veleiros na boca da barra e na despedida ao sumirem no horizonte rumo à cidade de Miami (Estados Unidos).

A projeção de receber 50 mil visitantes a mais, sendo que a edição de 2015 terá dois dias a menos do que a passada, pode parecer ambiciosa à primeira vista, mas totalmente possível se comparada ao número de atrações totalmente gratuitas e a estrutura que se pretende montar. “Tudo o que estava na Vila da Regata de Alicante (Espanha), onde aconteceu a largada, será trazido para Itajaí. O público que esteve aqui em 2012 e participar novamente desta edição vai se surpreender. As pessoas terão que vir com calma se quiserem aproveitar todas as atrações, principalmente se vierem na companhia das crianças”, adianta o presidente do Comitê Organizador da Itajaí Stopover, Alexandre Antônio dos Santos. Para se ter uma ideia, a organização da regata só trouxe metade da estrutura na edição anterior para Itajaí.

Fotos e informações: Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Público do Rio Boat Show 2024 tem desconto exclusivo em hotel oficial

    Bem localizado, Novotel Leme oferece condições especiais para visitantes do maior salão náutico da América Latina

    Visita de mergulhador a restos de baleia vence concurso de fotos subaquáticas do mundo; veja imagens

    Competição de fotos de dentro do mar acontece anualmente e conta com diversas categorias

    Filmagem de primeiras ondas de tsunami na Tailândia viraliza 20 anos após desastre

    De férias no local, homem filmou, sem saber, o início do fenômeno de 2004; assista ao vídeo

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show do ano 2000

    Terceira edição do evento teve de lancha sendo construída ao vivo a tanque de mergulho de 5 m de profundidade

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda