A bordo

Por: Redação -
18/04/2015

Hoje, tive o prazer de participar, como convidado, ao lado de outros colegas da imprensa, de uma minirregata a bordo do barco chinês Dongfeng. Foi uma espécie de prévia da In-Port Race, a regata local que ocorrerá amanhã, a partir das 14h, em Itajaí. Uma experiência valiosa. E inesquecível. Vestidos com roupas impermeáveis, após recebermos instruções de segurança de um dos tripulantes – a principal delas era manter-se o máximo possível na popa, fora da linha da vela principal –, a coisa pegou fogo! Durante cerca de uma hora, sob o comando do francês Charles Caudrelier, o barco realizou diferentes tipos de manobras. E, o melhor de tudo, com a participação dos convidados. O trabalho a bordo de um veleiro é, praticamente, obrigatório. Porque, no mínimo, você precisa contribuir com o peso do seu corpo, passando de um bordo ao outro, conforme a necessidade (e o comando do skipper). A minirregata durou cerca de uma hora. Pode ser qualificada como uma barla-sota, mas com um detalhe: a comissão de regata colocou, propositadamente, as boias em posições diferentes, de modo que a navegação ficasse mais de través, em vez de contravento – uma orça “folgada”. Por conta disso, foram inúmeras as vezes em que o VO 65 navegou inclinado, quase que “deitando” sobre as agitadas águas do mar catarinense. E também “voando”: o nosso VO 65 passou dos 15 nós, mesmo sendo desafiado por ondas de 1 m a 1,5 m. A minirregata não valeu pontos. Ninguém nem sequer deu bola para a classificação. Para as equipes, foi mais um treino. Porém, para quem estava lá como convidado, como era o meu caso, valeu muito mais que isso. Ficou gravado na retina.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Olimpíadas de Paris: você sabia que o surfe não será disputado na França?

    Em decisão polêmica, Comite Olímpico escolheu outro país para sediar todas as baterias do esporte; entenda

    Adolescente para lancha desgovernada e impede acidente em lago nos EUA

    Imagens gravadas por quem estava no local mostram jovem de 17 anos saltando de um jet em direção ao barco que rodopiava sem condutor

    Público do Brasília Boat Show tem desconto exclusivo em hotéis parceiros; saiba como funciona

    Visitantes do evento náutico, que atraca pela primeira vez no Lago Paranoá, poderão desfrutar de condições especiais no momento da reserva

    Navio de pesquisa de 1962 é capaz de “ficar de pé” no mar; assista em ação

    Quando na vertical, paredes internas viram pisos e móveis são adaptados para a nova posição

    Na dúvida de qual jet comprar? Confira modelos da Sea-Doo para cada necessidade

    Empresa conta com opções que atendem desde iniciantes no universo náutico até apaixonados por velocidade ou pesca