Chef troca São Paulo por Paraty para dominar gastronomia local, em terra e no mar

Apaixonada por gastronomia, Gisela Schmitt passou por diversos restaurantes no Brasil e EUA

Por: Redação -
31/12/2022

Paulistana acelerada, Gisela Schmitt trocou a vida urbana e corrida de São Paulo pelo sol de Paraty, no Rio de Janeiro. Aos 22 anos, ela já tinha trocado a carreira de publicitária durante uma temporada em Nova York, quando conseguiu um emprego no restaurante Barolo.

Apaixonada por gastronomia, deu sequência à experiência passando por outros restaurantes nos Estados Unidos e no Brasil, como Loulou, Cocotte, ABC Kitchen e Julia Cocina. Além disso, adicionou toques de cada cultura que vivenciou em suas viagens: do sertão de Minas Gerais ao Japão, do Uruguai à Noruega, de Berlim à África do Sul.

Gisela se dividia entre seu bufê na capital paulista e serviços de consultoria para restaurantes e bares em São Paulo e Praia da Pipa (RN), quando foi contratada para ajudar a montar um restaurante em Paraty. Assim começou sua história de amor com a charmosa cidade histórica fluminense. E também com o amor de sua vida.

 

Na ocasião, Gisela conheceu Miguel Borges, cuja família tem negócios na região, incluindo a marina Porto Imperial, e com quem se casou. O casal costumava reunir amigos na traineira de 50 pés, construída em 2009 por artesãos locais com madeira de reflorestamento.

Entre o nascimento da filha Gloria, em 2013, e do filho João Miguel, em 2015, Gisela vivia entre São Paulo e Paraty e começou a oferecer um serviço pioneiro de catering para barcos, em 2014. “Eu estava trabalhando muito e via os filhos das minhas amigas em São Paulo doentes por causa de poluição.

 

Um dia, na cozinha de casa, depois de fazer um carbonara, olhei para o meu marido e disse: vamos morar em Paraty de vez? Em 20 dias fizemos toda a mudança. Só da minha cozinha foram 65 caixas.”

Ancorada em Paraty, seu projeto Gastromar foi ampliado. Além de catering para embarcações, abriu o Restaurante & Empório Gastromar na Marina Porto Imperial, em 2017, e o barco da família passou a realizar passeios gastronômicos.

Sempre fui superurbana, mas em busca do sol – Gisela Schmitt 

“Em São Paulo, amava a sensação de saber que tinha tudo 24 horas. Disso sinto falta. E de andar pelas ruas e respirar multidão, ideias, diferenças, contrastes. Mas isso também é o lado sufocante que me faz amar a escolha de me mudar para cá. Muita informação pode ser brutal pra quem quer viver bem.”

A bordo da traineira Sem Pressa, Gisela trabalha descalça, cozinha com ingredientes locais e sazonais para pequenos grupos de pessoas, que se divertem com mergulhos e passeios de stand-up paddle nas águas limpas da região e se deliciam com os pratos à base de frutos do mar frescos preparados pela chef ali, à vista de todos.

“A melhor parte de ter uma cozinha no mar é estar em contato com a natureza, com uma vista linda e mutável, cada dia um céu, um mar, um peixe. A pior é a tensão permanente da previsão do tempo”, diz Gisela.

Em 5 horas de passeio pela costa, regado com aperitivos e bebidas à vontade, a cada parada um prato é servido e, no final, um banquete de sobremesas encerra o programa. Quem disse que as pessoas querem ir embora?

Em sintonia com a vida caiçara, mas mantendo seu ritmo urbano, Gisela não para – mas vê os filhos crescerem, compra direto de quem pesca, prepara tudo com ingredientes fresquinhos.

 

Investiu na horta orgânica de 1.300 m² TerraMar, de onde extrai diversos ingredientes que vão diretamente para suas cozinhas. Em fevereiro, inaugurou o JapaMar, primeiro restaurante da Costa Verde com ingredientes da pesca artesanal local.

Debruçado sobre o mar, na Marina Porto Imperial, o Japamar reúne a experiência da chef Gisela e a técnica do sushiman Eduardo Diniz e, além de restaurante, possui o takeout para embarcações.

 

A chef, que já fez um trabalho sustentável e pontual com os pescadores de Paraty e pequenos produtores agrícolas, orgulha-se de propagar, por meio do restaurante, o consumo de peixes locais e superfrescos e conscientizar sobre os períodos da pesca, que devem ser respeitados.

Inaugurado em junho, um novo espaço na Marina Porto Imperial reúne o Empório Gastronomar, a loja Goia e, entre os dois, o jardim Goia, uma área perfeita para um drinque ou café.

 

A mais nova — e diferente — integrante do projeto Gastromar é a pequena balsa Brisa, que faz o traslado de 10 minutos entre o centro de Paraty e Marina Porto Imperial. A embarcação poderá ser customizada para eventos ao longo do ano, com drinques e charme.

Como se pode notar, a rotina da Gisela não nos remete à calma vida caiçara. Segundo ela, tudo se deve à atenção aos detalhes e à alegria de viver junto ao mar: “Dessa mistura autêntica e genuína, parcerias incríveis estão acontecendo”. Gisela se refere ao recente projeto com o canal National Geographic e também uma série para um canal de tv nacional.

 

Conforme diz o neon que decora a entrada do restaurante Gastromar e Gisela adora repetir: “Se a maré te trouxe, fica”.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Saiba como seu barco pode ajudar moradores do Rio Grande do Sul

    Grupo Náutica uniu forças com a CUFA para apoiar o estado atingido por enchentes; instituição busca pequenos barcos para o transporte de doações

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada