Visitantes do Rio Boat Show 2022 puderam conferir os anodos de sacrifício da Zigmo

Por: Redação -
21/04/2022
Foto: Rogério Pallatta

Especializada em anodos de zinco, alumínio e magnésio, a brasileira Zigmo, que está no mercado há mais de 25 anos, foi uma das atrações do shopping no Rio Boat Show 2022, que, após um hiato de três anos, voltou a abrilhantar a já belíssima Marina da Glória, no Rio de Janeiro.

A empresa representa uma autoridade na produção de terminais de bateria para o segmento náutico, e a tendência, na última década, foi só expandir a oferta de produtos. A técnica utilizada por eles é a fundição por gravidade e por cera perdida, para atender não só o comércio de peças, mas a indústria também.

Qualquer embarcação atracada ou navegando em água doce, salgada ou salobra, está sujeita à corrosão e seus efeitos geram consequências graves ocasionando elevados custos para seus proprietários.

Os metais quando imersos em um eletrólito (água do mar, por exemplo) têm diferentes potenciais eletroquímicos quando em contato um com o outro, e formam uma célula galvânica. O metal com menor potencial na célula galvânica (menos nobre) será então corroído e o com maior potencial (mais nobre) será protegido. Um exemplo prático é o hélice de bronze e o eixo de aço inox mergulhados na água do mar: como o bronze do hélice é menos nobre, ele será corroído e o eixo de aço inox estará protegido.

“Se você quiser proteger ambos os metais (tanto o bronze do hélice como o eixo de inox), precisa conectar um terceiro metal que é mais ativo (menos nobre) do que os dois primeiros. O metal mais ativo (zinco, por exemplo) torna-se o anodo para os outros e é sacrificado pela corrosão, protegendo o catodo o hélice e o eixo de inox), então temos o anodo de sacrifício. Para uso prático, recorre-se a série galvânica de materiais metálicos em relação à água do mar, que constituem a ordenação dos metais segundo seu comportamento neste meio”, afirma a empresa.

A 23ª edição do maior salão náutico outdoor da América Latina aconteceu de 3 a 10 de abril, na Marina da Glória, reunindo os principais lançamentos e destaques do mercado em um só lugar, com barcos na água e a bela Baía de Guanabara como cenário, além de diversas atrações. Foram oito dias de muita interação entre clientes, fabricantes, distribuidores e revendedores do setor.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial

    Schaefer Yachts anuncia barco que não afunda, ideal para resgates em alto-mar

    Com o nome de Interceptor 48 Pilot, novidade é fruto de parceria com a empresa irlandesa Safehaven Marine

    Criatura de 18 metros está impactando a cadeia alimentar da vida marinha; entenda

    Gelatinoso e transparente, os "picles do mares" causam perturbações no ecossistema durante as ondas de calor oceânicas e preocupam cientistas