Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro retomará trabalhos de construção naval

Por: Redação -
19/07/2021

Berço da construção naval, o Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ) destaca-se pela excelência das suas atividades técnicas e industriais, envolvendo o projeto, a construção e a manutenção dos meios navais.

 

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

 

Ao longo de sua história de 258 anos, já construiu importantes navios para a Marinha do Brasil, a exemplo do Navio-Escola “Brasil”; das corvetas “Frontin”, “Jaceguai” e “Barroso”; das fragatas “Independência” e “União”; dos submarinos”Tamoio”, “Timbira”, “Tapajó” e “Tikuna”; dos Navios de Assistência Hospitalar “Carlos Chagas” e “Oswaldo Cruz”; e dos Navios-Patrulha Fluviais “Raposo Tavares” e “Pedro Teixeira”.

 

O AMRJ está pronto para um novo ciclo de desenvolvimento, iniciado com a construção dos Navios-Patrulha da classe “Maracanã”. “Esse arrasto tecnológico, essa retomada da construção no Arsenal, com os navios-patrulha Maracanã e Mangaratiba, traz uma motivação muito grande para o nosso pessoal, com investimento de maquinários, treinamento de pessoas e investimento na qualidade do seu serviço. O Arsenal de Marinha reafirma a retomada de construção naval nas suas instalações”, diz o Contra-Almirante (EN) Rangel, diretor do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, ao canal Forças de Defesa.

 

Leia mais:

» Porto Rotondo abriga uma das melhores marinas do mundo. Saiba mais sobre o local

» Família Real Britânica prevê aumentar sua frota com novo megaiate. Saiba mais

» Birmingham, no Reino Unido, será palco para novo salão náutico em 2022

 

Os navios-patrulha contribuem para a defesa do mar territorial, da zona contígua e da zona econômica exclusiva do Brasil, realizam ações de esclarecimento, reboque de navios e socorro em auxílio a pessoas em perigo no mar.

 

De acordo com o Capitão de Mar e Guerra (EN) Dinucci, gerente de obras de construção naval, o navio-patrulha Maracanã já conta com 67% de sua construção concluída, depois de ter chegado ao arsenal com cerca de 45% concluído pelo estaleiro de origem. Atualmente, o pessoal tem trabalhado na parte de redes e finalizando a passagem de cabos do navio, que são metas prioritárias para o avanço da obra. “A parte de propulsão se encontra já montada, assim como a parte de geração elétrica do navio”, complementa.

 

Segundo informações do supervisor de construção naval Almir Escobar, o arsenal já conta com novos projetos e perspectiva de novas obras, um motivo de alegria e empolgação para a equipe.

 

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Lembra do barco da Barbie? Catamarã rosa foi comprado por R$ 30 milhões

    Embarcação de estaleiro turco VisionF Yachts teria sido encomendada por empresário do ramo de tecnologia

    Trenó é coisa do passado: em Itajaí, Papai Noel chegou de barco para evento de Natal

    Bom velhinho atracou no rio Itajaí-Açu, onde recebeu a chave da cidade para as prévias das celebrações de fim de ano

    A bordo de lancha, Tom Brady foge do inverno e curte mergulho com filhos

    Ex-jogador astro da NFL compartilhou o momento em suas redes sociais no último domingo (26)

    NX Boats comemora nove anos do estaleiro em nova edição do Summer Day

    Celebração aconteceu na paradisíaca Praia de Carneiros, em Pernambuco, e contou com cerca de 500 convidados

    Primeira edição do Foz Internacional Boat Show foi sucesso de público e de negócios

    Evento de 4 dias gerou cerca de R$ 30 milhões em negócios. Ao todo, 40 barcos foram vendidos