Award

Por: Redação -
24/07/2014

Os representantes da Isaf, Federação Internacional de Vela, começam a escolher os possíveis candidatos ao prêmio de velejador do ano de 2014, que tem a chancela da Rolex. A honraria, entregue desde 1994, é dada aos atletas que mais se destacaram na modalidade, incluindo regatas olímpicas e de oceano.

As nomeações podem ser feitas por qualquer pessoa pelo site da entidade. A única exigência é que o velejador tenha obtido destaque entre  1º de setembro de 2013 até 21 de setembro de 2014. Levando em conta essas regras, o Brasil pode ter Robert Scheidt, que brilhou na Laser conquistando o Mundial do ano passado, e a dupla feminina de 49FX, Martine Grael e Kahena Kunze, que venceu a maioria dos eventos que disputou.

Os vencedores serão anunciados no jantar de premiação em 4 de novembro, em Palma de Maiorca, na Espanha. A cidade sediará a Conferência Anual da Isaf.

Foto: Isaf

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial