Barco usado

27/04/2015

Uma boa opção para quem quer comprar um barco, mas não tem como investir um valor alto em um modelo novo, é comprar um semi-novo. Assim como carros, estes produtos, geralmente, possuem preço abaixo do valor de loja e estão bem cuidados pelos donos. Mas é preciso ficar atento a alguns detalhes, para não fazer mau negócio. Para ajudar você, NÁUTICA conversou com David Haddad, da Mare Consult, que deu alguns conselhos para um leigo no assunto, que fez o test drive de um usado e gostou. Veja os principais pontos aos quais se deve prestar atenção:

1 – Saber qual é a oficina mecânica autorizada que cuida do motor, para fazer um exame de elétrica e hidráulica do barco;

2 – Verificar como estão as revisões da embarcação e saber o estado do motor e propulsão, além de conferir os equipamentos. Se nesta fase, a embarcação apresentar problemas, não vale a pena prosseguir;

3 – Procurar saber sobre a estrutura do casco, caso entenda do assunto, ou procurar quem possa entender;

4 – Ter despachante de confiança para levantar o histórico do barco junto à Capitania. É neste momento que aparecem as pendências do barco, os trâmites judiciais – burocracia para que você não tenha dor de cabeça no futuro;

5 – Levantar custos da “maquiagem” do barco, para não ter surpresas;

6 – Tomar cuidado quando o barco tiver pouco uso, já que a falta de utilização pode ocasionar mais problemas do que se imagina.

Foto: Fotolia

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sino de navio americano naufragado durante a Primeira Guerra Mundial é encontrado na Inglaterra

    Embarcação naufragou após ser atingida por submarino alemão; objeto será exposto no Museu da Marinha americana

    Com método inovador, jovem inventor quer acabar com plásticos no mar

    Irlandês criou equipamento para monitorar poluição aos 12 anos e foi premiado pelo Google aos 18; conheça

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Barco percorreu mais de 63 mil milhas náuticas só com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos