Bons resultados

Por: Redação -
29/02/2016
DCIM100MEDIADJI_0040.JPG

O Grupo Azimut-Benetti, com matriz na Itália e unidade de produção brasileira, participou do Miami Boat Show 2016, que aconteceu de 11 a 15 de fevereiro nos Estados Unidos. Vinte e um modelos de 10 a 63 metros foram apresentados, entre eles, a Azimut 42, fabricada exclusivamente no Brasil. Com posição  consolidada no mercado, a marca divulga um valor de produção de 680 milhões de Euros, um aumento de 11% nos dois últimos anos, e investimentos de mais de 100 milhões de Euros nos últimos 3 anos.

Da frota apresentada, dois foram lançamentos nas Américas. Ambos tem 21 metros de comprimento e apresentam estilos diferentes de navegação. O primeiro é o italiano de longas distâncias Azimut Magellano 66, enquanto o segundo, a Azimut 66, é parte da coleção Flybridge, um ícone em termos de construção e tecnologia construído pelo estaleiro. Além disso, destaque também para a exposição da Azimut 42. Construída exclusivamente pela unidade de produção brasileira, o modelo é apresentado pela terceira vez nos Estados Unidos e conquista cada vez mais os norte-americanos.

Também no boat show norte-amerciano, foi anunciado o novo projeto do Grupo Azimut-Benetti. A esportiva e agressiva Azimut Verve 40, com três motores fora de borda de 350 hp. A fabricação do inovador modelo já iniciou na unidade de produção brasileira e as primeiras unidades devem ser finalizadas já no segundo semestre deste ano.

No boat show, Benetti apresentou a Crystal 140’M/Y “Mr. D”, um iate de 42 metros ao publico norte-mericano pela primeira vez e outra de suas obras de arte, a famosa FB265, “II.II”.

O Grupo Azimut-Benetti continua a implementar a expansão de sua gama com 21 novos modelos planejados para os próximos 3 anos, 14 da Azimut Yachts e 7 Benetti.

São 3 áreas de pesquisa e desenvolvimento:

– Novos processos inovadores de construção com materiais que incluem fibra de carbono e GRP juntamente com alumínio.

– Pesquisas para alta eficiência dos cascos, como o D2P – Displacement to Planning e o casco Dual Mode introduzido na Coleção Magellano.

– Sistemas de transmissão POD para entregar performance otimizada em diferentes comprimentos, tipos de iates e estilos de navegação.

Para essas inovações, pesquisas extensas têm sido desenvolvidas para otimizar a produção através de um crescente e sofisticado processo de engenharia, no sentido de integrar alta tecnologia industrial com o típico processo artesanal italiano, reconhecido mundialmente pela sua excelência.

Crescimento em vendas

A chave do sucesso é a renovação constante, como demonstram os resultados de vendas divulgados para os novos modelos Azimut 72 e Azimut Magellano 66, todos esgotados, e para a Azimut Atlantis 43, com 72 unidades vendidas nos últimos 12 meses.

O Grupo Azimut Benetti registrou um crescimento de 11% no valor da produção, que subiu para 680 milhões de euros em 2014-15. Esses resultados são confirmados pela liderança do Grupo nos últimos 16 anos de funcionamento no ranking mundial de novos iates em construção de mais de 24m  (2016 Global Order Book publicado pela ShowBoats). A marca Azimut Yachts contribuiu significativamente para esse crescimento, com o aumento do volume de negócios que deverá ultrapassar 300 milhões de euros este ano, o que representa uma melhoria de 23% em uma base de três anos e uma produção anual de um total de 300 unidades.

O estaleiro Benetti acrescenta outro recorde ao total, este no segmento Gigayacht, com quatro unidades de mais de 90 metros de comprimento em construção no estaleiro de Livorno, Itália, e se tornando líder na construção de Gigayachts na Itália.

Expansão comercial

No plano comercial, o Grupo reforçou a sua rede de vendas no Canadá através da assinatura de dois novos concessionários, elevando o total para três. No Brasil, firmou recentemente acordo com novo revendedor na Bahia, somados aos representantes das demais regiões do país, além do início da expansão para os demais países da América Latina como Colômbia, Paraguai e Uruguai coordenada pela unidade brasileira. Também tem sido forte o crescimento das vendas no México, como resultado da política de expansão da rede de concessionários lançada há dois anos.

Tudo isso demonstra a importância do mercado americano, no qual o estaleiro italiano consolida não só a sua posição de liderança ano após ano, mas também o seu papel como um embaixador da excelência construtiva italiana.

Foto: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingwww.nautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial