Catamarã de pesca Garnet 300 HT une boa construção, navegação e espaço

09/11/2018

Embora minoria em nossas águas, as lanchas catamarãs têm uma legião de fãs que não trocam seus multicascos por um barco de pesca monocasco convencional. O motivo está em uma importante vantagem que os (bons) catamarãs levam sobre os (mesmo bons) monocascos: a capacidade de navegar mais macio em mar picado. É verdade que nem todos os multicascos a motor navegam bem em mar agitado.

Não é o caso da Garnet 300 HT, que neste teste, realizado nas imediações da barra da Baía Guanabara, cortou as ondas mantendo uma velocidade que nenhum monocasco do mesmo porte consegue igualar. Outra vantagem desse tipo de barco é que os catamarãs oferecem ótimo aproveitamento de espaço. Sem contar que se tratam de curingas, que vão igualmente bem tanto nas pescarias quanto nos passeios com a família, desde que ambos curtos, pois — no caso da Garnet — não existe uma cabine, apenas um banheiro fechado debaixo do painel.

Feito para quem gosta de pescar, a partir do casco do catamarã Recon 290 — referência na categoria —, a Garnet 300 HT cumpre muito bem sua função, que é a de transportar quatro pescadores até os pontos de pesca em águas costeiras. Com 2,89 metros de boca, tem cockpit bem espaçoso, o que é fundamental no embate contra os peixes. Em águas abrigadas, pode levar até 14 pessoas sem que ninguém se sinta apertado, capacidade superior a qualquer lancha monocasco de 30 pés.

Saiba tudo sobre o modelo na edição do mês de Náutica, disponível nas principais bancas e livrarias do país, na loja online e, também, na versão digital.

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show 2019

    Evento chegou a sua última edição antes da pandemia consolidado como o mais importante salão náutico outdoor da América Latina

    Fountaine Pajot leva catamarã de 16 metros ao Rio Boat Show 2024

    Aura 51 é o maior catamarã a vela sem flybridge do estaleiro francês e estará no evento náutico de 28 de abril a 5 de maio

    No NÁUTICA Talks, Elio Crapun palestra sobre revolução dos hidrofólios nas embarcações

    Velejador abordará detalhes sobre realidade e avanços de barcos que navegam sobre fólios durante o Rio Boat Show 2024

    Casarini Boats levará mistura de bote com jet ao Rio Boat Show 2024

    Embarcação inovadora será um dos destaques do evento que acontece de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    No NÁUTICA Talks, Paula Vianna mergulha nos desafios da fotografia subaquática

    Vencedora de concursos internacionais, fotógrafa é presença confirmada no Rio Boat Show 2024