1ª etapa do XXI Circuito Ilhabela começa neste sábado no litoral norte paulista

Por: Redação -
18/06/2021

Começa neste sábado (19), a 1ª etapa da Copa Mitsubishi – XXI Circuito Ilhabela de Vela Oceânica. A competição acontece até o dia 26, no Yacht Club de Ilhabela, cidade no litoral norte do estado de São Paulo.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

A organização espera reunir entre 30 e 35 barcos para a disputa da primeira etapa, que começa com regatas a partir das 12h deste sábado pelo Canal de São Sebastião e nos entornos e as ilhas de Toque Toque, Búzios e Vitória. No domingo, dia 20, mais regatas e a competição seguirá no outro final de semana, dias 26 e 27.

As classes em disputa são a ORC e BRA-RGS, C-30, Clássicos e Bico de Proa e as inscrições estão abertas com aviso de regata no site do evento.

Leia também

» Semana Internacional de Vela de Ilhabela está confirmada para 2021

» Dupla de velejadores brasileiros chega à última etapa de treinos para as Olimpíadas em Tóquio

» Brasileiros da Classe Optimist estão na Europa em busca de medalhas

“Tradicionalmente, realizamos duas etapas compostas por dois finais de semana cada, no primeiro semestre e duas no segundo. Este ano, tomamos a decisão de adiar a primeira etapa, prevista para março, por uma questão de responsabilidade. O cenário de evolução da pandemia era ainda muito incerto e não convinha a realização de uma competição naquele momento. Com um cenário mais controlado, inclusive com a vacinação em andamento e ressaltando-se, sob um rígido protocolo de segurança, entendemos ser possível retomar a competição com responsabilidade”, explica Mauro.

De fato, a sede do evento, o Yacht Club de Ilhabela, estabeleceu um rígido protocolo de segurança. Por exemplo, todas as atividades na sede estão suspensas, como a tradicional confraternização das equipes após as regatas. A secretaria do evento será ao ar livre e as inscrições estão sendo feitas totalmente on-line. Todos os participantes terão sua temperatura aferida na entrada do clube, que aliás, também não terá serviço de restaurante.

“A vela é um esporte praticado ao ar livre e as equipes, entre si, já têm este compromisso de segurança, afinal, estão todos literalmente no mesmo barco. O que estamos cuidando é para que haja a menor circulação possível de pessoas no clube, diga-se de passagem, um espaço ao ar livre. A exemplo do que já fizemos no ano passado, sem casos registrados de transmissão do vírus entre os tripulantes”, completa Mauro.

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Linda e precária: ilha no Caribe Colombiano é a mais densamente povoada do mundo

    Com 10 mil m² de área, Santa Cruz del Islote tem apenas 825 habitantes e sofre com turismo predatório

    Ilhabela deve ganhar 1ª usina de dessalinização de água de São Paulo em 2026

    Projeto prevê aumento de 22% no volume de água tratada no município, atendendo mais de 8 mil pessoas

    Descanso sobre as águas: hospedagem em barcos atracados é opção de lazer no litoral brasileiro

    Ideia dispensa a necessidade de carteira náutica e traz valores acessíveis para uma experiência pra lá de diferente

    Falkirk Wheel: conheça o elevador gigante para barcos que virou ponto turístico

    Construção na Escócia foi feita para driblar desnivelamento maior que um prédio de dez andares

    Ações de despoluição na Baía de Guanabara fazem vida marinha voltar às águas

    Expedições comandadas pelo Instituto Mar Urbano observaram mais animais na região e melhor qualidade da água