Clipper Race

Por: Redação -
20/03/2015

Pela primeira vez na história da Clipper Race, a tradicional lista com o nome dos 12 comandantes divulgada antes do início da competição inclui duas mulheres — uma canadense e outra australiana — e velejadores profissionais vindos da França, Ucrânia e Alemanha.

O grupo foi selecionado entre centenas de candidatos que tiveram que passar por uma série de testes e cenários, como o resgate de um homem ao mar, lidar com vítimas, equipamentos danificados e conflitos com a tripulação.

Agora eles terão que enfrentar os ambientes mais hostis do planeta, incluindo tempestades, ciclones, icebergs, calor e frio extremos e até mesmo ameaças de pirataria, durante quase um ano e em um percurso de 40 000 milhas com paradas na Europa, América do Sul, África, Austrália, Sudeste Asiático, China e América do Norte, em uma série de 16 corridas, atravessando quatro oceanos.

“Colocamos candidatos sob grande pressão e acrescentamos mais dificuldades para ver como eles se saem”, afirmou o vice-diretor da competição Mark Light durante o processo seletivo. “Muitas pessoas são capazes de velejar, mas poucas são capazes de velejar em um barco da Clipper Round the World Race.”

Com a esperança de seguir o sucesso do compatriota Eric Holden, comandante do barco vencedor da regata na edição passada, a também canadense Diane Reid, 42, natural de Toronto, fez um discurso emocionado: “Esta corrida combina todas as minhas paixões e objetivos. Eu amo ensinar o esporte às pessoas e pretendo velejar extremamente rápido ao redor do planeta. Eu sou uma velejadora apaixonada que ama competir, ganhar e ver as pessoas superarem seus limites e obstáculos.”

Três, dos doze selecionados fazem história ao serem os primeiros comandantes a representar seus países na regata. Wendy Tuck, de 50 anos, natural de Sydney na Austrália, o francês Olivier Cardin, de 45 anos, e Igor Gotlibovych, da Ucrânia.

Com 27 anos de idade, Igor é o mais novo comandante na Clipper Race 2015-16, mas disse que a idade não será uma barreira. “Eu sou muito competitivo e sempre procuro melhorar em tudo o que eu faço. Estou sempre disposto a aprender, e aprender exige dedicação e trabalho duro. Eu vou construir minha campanha na Clipper Race seguindo este princípio, que tem me sido muito útil até hoje.”

“Eu me sinto muito orgulhoso de dar boas-vindas a um grupo tão diversificado e global. Esta é a primeira vez que temos duas mulheres como comandantes e tenho certeza que elas vão inspirar outras participações femininas”, disse em seu discurso para a imprensa, Sir Robin Knox-Johnston, o fundador da Clipper Race e o primeiro homem a circunavegar o planeta, sem paradas e em solitário, em 1969.

“Eu também estou feliz por ampliarmos o número de nacionalidades e gostaria de dar boas-vindas aos nossos primeiros comandantes vindos da Ucrânia, Alemanha e França. Será um prazer trabalhar com uma equipe tão diversificada ao longo dos próximos meses na preparação para a próxima edição da regata”.

A Clipper Race 2015-16 terá início em 30 de agosto deste ano, no Reino Unido. Mais de 600 tripulantes estarão à bordo da frota formada por doze barcos One-Design de 70 pés, projetados especialmente para o desafio de 40 000 milhas.

Veja abaixo a lista completa de comandantes da edição 2015-16 da Clipper Race:

Huw Fernie, 31 – Natural de Falmouth, sul da Inglaterra, já trabalha com a Clipper Race na área de treinamento desde 2012. Começou a velejar ainda criança, nas férias com seus avós. Depois de obter seu diploma em Engenharia Aeronáutica na Universidade de Glasgow, decidiu que era hora de se concentrar totalmente na vela. Este ano será sua terceira participação na Sydney-Hobart, tradicional competição oceânica australiana em que a Clipper Race compete durante sua rota de volta ao mundo.

Peter Thornton, 36 – Natural de Gorran Haven, sul da Inglaterra, começou sua carreira como um escoteiro do mar. Aos 25 anos de idade foi condecorado Membro da Ordem do Império Britânico (MBE) por seus serviços na Marinha Real Inglesa. Peter já competiu na Regata ao redor da Ilha de Wight,Isle of Wight Round the Island Race”, Taittinger Cup e na Rolex Sydney-Hobart.

Daniel Smith, 31 – Escocês de West Kilbride, é formado em Ciência da Computação pela Universidade de Glasgow. Atua como instrutor sênior de vela e esportes aquáticos.

Olivier Cardin, 45 – Nascido na Normandia, norte da França, é o primeiro skipper francês na história de 19 anos da Clipper Race. Seu currículo inclui duas temporadas de Match Racing com velejador olímpico francês e bicampeão da Finn Gold Cup, Philippe Presti. Ele compartilha sua paixão pela vela com a sua família e levou sua esposa – um marinheiro novato – e três filhos menores de cinco anos de idade, para velejar ao redor do mundo em 2011.

Wendy Tuck, 50 – Australiana natural de Sydney é a primeira skipper feminina da Austrália na Clipper Race. Wendy começou a velejar com vinte anos e passou a última década como skipper profissional e instrutora de vela na RYA – Royal Yachting Association.  Já competiu em oito edições da Rolex Sydney-Hobart.

Greg Miller, 39 – Nasceu em Gosport, sul do Reino Unido e passou 24 anos servindo no exército britânico. Tem vasta experiência de vela em diferentes embarcações e condições.

Max Stunell, 34 – Natural de Portsmouth, Reino Unido é outro membro da equipe de treinamento Clipper Race. Max coleciona diversas travessias do Oceano Atlântico.

Ashley Skett, 31 – Natural de Newquay, Reino Unido, veleja desde criança. Estudou na Universidade de Plymouth e fez parte da Marinha Real Inglesa. Nos últimos anos, tem atuado como oficial de treinamento da Clipper Race e da Irish Offshore Sailing.

Darren Ladd, 49 – Natural de Somerset, no sudoeste da Inglaterra começou a velejar graças ao seu avô, que o levava para o mar. Darren teve carreiras na indústria de petróleo e gás e em TI, mas diz que ele sempre se sentiu inquieto porque vela estava em seus pensamentos. Darren começou a trabalhar para a Clipper Race em 2011.

Igor Gotlibovych, 27 – Nasceu em Kharkov, Ucrânia antes de se mudar para a Alemanha ainda jovem. Sua dupla nacionalidade significa que ele é ao mesmo tempo o primeiro comandante alemão e o primeiro ucraniano da Clipper Race. Igor é PhD em Física Experimental Atômica pela Universidade de Cambridge e é o mais jovem dos skippers 2015-16. Sua experiência na vela como instrututor e comandante é notável.

Diane Reid, 42 – É a primeira mulher canadense a ser selecionada como skipper da Clipper Race. No seu currículo estão travessias como a Mini Transat (do Norte da Europa para Guadalupe).

Jim Prendergast, 40 – Nasceu em Sheffield, Reino Unido e tem em seu currículo competições como a Fastnet. É formado em economia, História e política. Atua como Guarda-Costeira da rainha “HM Coast Guard”.

Foto: Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Público do Rio Boat Show 2024 tem desconto exclusivo em hotel oficial

    Bem localizado, Novotel Leme oferece condições especiais para visitantes do maior salão náutico da América Latina

    Visita de mergulhador a restos de baleia vence concurso de fotos subaquáticas do mundo; veja imagens

    Competição de fotos de dentro do mar acontece anualmente e conta com diversas categorias

    Filmagem de primeiras ondas de tsunami na Tailândia viraliza 20 anos após desastre

    De férias no local, homem filmou, sem saber, o início do fenômeno de 2004; assista ao vídeo

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show do ano 2000

    Terceira edição do evento teve de lancha sendo construída ao vivo a tanque de mergulho de 5 m de profundidade

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda