Competição holandesa

Por: Redação -
29/05/2015

O velejador paralímpico Bruno Landgraf está na Holanda, palco do primeiro campeonato que disputará após a mudança de São Paulo para o Rio de Janeiro. A competição em Medemblik serve para medir o desempenho de Bruno e sua parceira, Marinalva Almeida, em relação aos demais velejadores da categoria Skud 18.

A Delta Lloyd Regatta reúne diversas categorias, tanto olímpicas como paralímpicas, entre os dias 26 e 30 de maio. “Essa experiência internacional é muito importante nesse momento, pois temos contato com muitos outros atletas que buscam vaga nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro e podemos analisar nossos possíveis adversários. Outra questão é sentirmos como está nosso desempenho, se o treinamento está no rumo certo e onde podemos melhorar”, afirma Bruno Landgraf, de 29 anos.

A Skud 18 contará, neste campeonato, com 17 duplas representando 12 países, e permitirá que o velejador brasileiro veja a evolução que teve desde meados de abril, quando mudou-se para Niterói e passou a treinar diariamente no barco usado pela categoria. Enquanto morava em São Paulo, Bruno Landgraf usava equipamento diferente do adotado nas competições de sua classe.

O foco do ex-goleiro do São Paulo está nos Jogos Paralímpicos de 2016. Em 2012, Bruno disputou a Skud 18 nos Jogos de Londres, ficando na 11ª posição, mas seu técnico, Pedro Paulo Penna Franca, o PP, afirma que a evolução dele neste ciclo é muito grande e aposta: “repetir a posição de Londres, ele não vai. Pode ter certeza de que ele vai melhorar bastante”.

Foto José Olimpio

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Boberto por 202 m² de painéis solares, barco percorreu quase 63.040 milhas náuticas apenas com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos

    Casal troca apartamento para viver em veleiro com seis gatos

    Embora a rotina de manutenção do catamarã seja dura e exigente, Aline e José garante que vale a pena

    Novo submarino Tonelero será lançado ao mar no fim de março, no Rio de Janeiro

    Embarcação militar de 71,6 metros é oriunda do Programa de Desenvolvimento de Submarinos, selado entre Brasil e França