Destaque da Danimar no Boat Show, scooter aquática alcança 40 metros de profundidade

Além do Seabob, empresa levou sete opções de veículos off road da Segway ao salão náutico carioca

07/05/2024
Foto: Erik Barros Pinto/ Revista Náutica

Apaixonados por brinquedos em terra e no mar conferiram, no Rio Boat Show 2024, um leque de opções apresentado pela Danimar, representante das marcas Seabob e Segway, que desembarcou no salão carioca com scooter aquática, quadriciclos e UTVs.

O primeiro produto, da Seabob, utiliza o mesmo sistema de propulsão do jet, mas funciona de forma diferente: basta o proprietário se agarrar às laterais do brinquedo para sair navegando.

Foto: Instagram @seabobbrasil/ Reprodução

Elétrica, a scooter tem baterias que carregam em tomadas bivolt em torno de 7h a 8h, com o carregador que acompanha o modelo. Entretanto, é possível adquirir um secundário que reduz esse tempo para 1h30.

Nós estamos com três modelos: o F5, de entrada, o F5 S, intermediário, e o F5 SR, nosso top de linha. Todos podem ser usados para mergulho, em apneia ou com cilindro, já que chegam a uma profundidade de 40 metros– aponta Welton Lopes Guimarães, gerente comercial da Danimar

A diferença de um modelo para o outro envolve peso, potência, velocidade — que, em média, atinge 14 km/h — e autonomia. Enquanto o F5 funciona ao longo de 50 minutos, o F5 SR dura 1h10 sem precisar recarregar.

Modelos off road

O estande da Danimar no Rio Boat Show também apresentou três quadriciclos e quatro UTVs da marca Segway.

São produtos importados, norte-americanos e com diferencial de tecnologia empregada. Por exemplo: os modelos vêm com sistema de acionamento full, que te permite ligá-los e desligá-los pelo aplicativo, à distância– ressalta Welton

Foto: Erik Barros Pinto/ Revista Náutica

O destaque dos off road é o UTV Fugleman, que conta com versões de três ou seis lugares. De acordo com o gerente, os principais atrativos do veículo são câmbio automático, direção elétrica, 4×4, suspensões independentes, caçamba rebatível, guincho que aguenta mais de três toneladas e painel em touchscreen, com computador de bordo, GPS e WiFi.

 

Além de ser usado para passeios em terrenos acidentados — incluindo áreas de condomínio e sítio — o UTV pode servir como utilitário. “É bem versátil”, finaliza Welton.

Rio Boat Show 2024

O evento náutico mais charmoso do Brasil atracou nas águas da Baía de Guanabara, na Marina da Glória, recheado do que de melhor esse lifestyle pode oferecer. No Rio Boat Show 2024, o público conferiu os principais lançamentos e destaques do mercado, com barcos na água e test-drive de embarcações.

geral-aerea-rbs24-bx.jpg
Foto: Victor Santos/Revista Náutica

O repertório foi grande: lanchas, veleiros, iates, jets, motores, equipamentos, acessórios, decoração e serviços náuticos estiveram reunidos em um só lugar, ao lado de especialistas do setor, preparados para auxiliar todos os visitantes. Além disso, o Rio Boat Show exibiu destinos náuticos, artigos de luxo e quadriciclos.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Tags

    Relacionadas

    Adegas rifam vinho de R$ 5 mil, envelhecido no fundo do mar, para ajudar RS

    Empresas já arrecadaram mais de R$ 100 mil com bilhetes vendidos a R$ 10 cada

    Temporada de baleias: confira regras e onde avistar o animal no Brasil

    De junho a novembro, cetáceos saem da Antártica em busca das águas brasileiras para se reproduzirem

    Cidade perdida no meio do Pacífico tem localização remota e mistério sobre sua construção

    Localizada sobre um recife de corais, a cidade perdida de Nan Madol tem fama de "amaldiçoada" e intriga cientistas

    Registro raro: lula de mar profundo ataca câmera com tentáculos “acesos”; assista

    Filmagem mostra animal sendo atraído por isca presa a uma câmera a mais de mil metros de profundidade no Pacífico Sul

    Ex-dono da lancha de JK largou tudo para resgatar de jet mais de 150 animais no RS

    Gerard Souza contou à NÁUTICA sobre os onze dias de voluntariado intenso nas regiões afetadas pelas enchentes