Dono de iate, cão mais rico do mundo ganha série sobre sua vida na Netflix

"Gunther: O Cachorro Milionário" estreia dia 1 de fevereiro e mostra bens luxuosos do animal e polêmicas ao redor dele

Por: Redação -
20/01/2023
Cachorro milionário, Gunther é um pastor alemão que tem história contada pela Netflix

Iate, mansões e até jatinhos estão na lista de bens do herdeiro de uma condessa. Entretanto, o felizardo, que atende pelo nome de Gunther, tem quatro patas e não sabe falar. A surreal história dele virou uma minissérie da Netflix: “Gunther: O Cachorro Milionário”.

Serão quatro episódios que mostram o luxo, excentricidades e toda a polêmica que envolve um pastor alemão que é o cão mais rico do mundo, em uma história cheia de reviravoltas.

Cão mais rico do mundo, Gunther aguarda a refeição em mesa de luxo, enquanto chef de cozinha segura seu prato

A Netflix divulgou recentemente o trailer de “Gunther: O Cachorro Milionário”. O vídeo (assista abaixo) mostra muitas cenas do cotidiano do cachorro. Uma delas chama a atenção: Gunther e o CEO da sua empresa, o farmacêutico Maurizio Mian, a curtir os luxos de um iate que o estaleiro italiano Cantieri di Pisa construiu.

 

Conheça o iate do cachorro milionário

A embarcação de propriedade canina ficou pronta em 1999. É um dos sete modelos da linha 34S, que, em seguida, ganhou o nome de Spyk. O iate possui cerca de 108 pés e acomoda confortavelmente até oito convidados, mais o ilustre cachorro milionário.

Vista aérea do iate de Gunther, o cachorro milionário, mostrada pela netflix

Entretanto, o iate do cão mais rico do mundo foi recentemente colocado à venda na Tailândia, ao preço de US$ 2,5 milhões — o equivalente a R$ 13 milhões (valores convertidos em janeiro de 2023).

Iate Spyk navegando no mar

Gunther já comprou mansão da Madonna

Entre outros confortos que o cachorro milionário possui (através de uma empresa em seu nome), estão, por exemplo: um avião particular Bombardier CL-600-2B16 Challenger 601, mansões sofisticadas espalhadas por Itália e Estados Unidos. Uma dessas propriedades, inclusive, o cachorro comprou da cantora Madonna, ao custo de US$ 7,5 milhões, no ano 2000.

 

Em meio às excentricidades que envolvem o cão mais rico do mundo, Gunther tem não só um quarto com vista para as águas de Biscayne Bay, em Miami, como também uma luxuosa cama de veludo vermelho. Da mesma forma, ele ainda foi dono de um grupo musical, montado por Maurizio, e de equipes esportivas de futebol e de natação.

Imagem mostra Gunther, o cachorro milionário, deitado no chão. O pastor alemão tem porte grande, está com orelhas levantadas e boca aberta

O cachorro milionário na verdade atende pelo nome de Gunther VI. Ele é bisneto de Gunther III, que teria recebido uma bela herança da condessa alemã Karlotta Liebenstein, logo após a morte dela, em 1992.

 

Segundo Maurizio, Karlotta, anteriormente, determinou, em testamento, que todo seu dinheiro seria destinado ao cachorro e descendentes dele, a fim de garantir todas as regalias que pudesse às futuras gerações caninas de seu amigo de quatro patas.

 

A fortuna de Gunther hoje é estimada em US$ 400 milhões — mais de R$ 2 bilhões, na cotação atual.

 

Um dos próximos lançamentos da plataforma de streaming, o documentário sobre Gunther estreia no dia 1º de fevereiro na Netflix.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Saiba como seu barco pode ajudar moradores do Rio Grande do Sul

    Grupo Náutica uniu forças com a CUFA para apoiar o estado atingido por enchentes; instituição busca pequenos barcos para o transporte de doações

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada