Dubai entra para o livro dos recordes com piscina mais funda do mundo

Por: Redação -
22/07/2021

Não bastava ser dona do prédio mais alto da Terra, o Burj Khalifa, e da maior fonte de água do mundo, Dubai acaba de estabelecer um novo recorde mundial: a piscina de mergulho mais funda da Terra.

 

A cidade dos Emirados Árabes inaugurou a chamada “Deep Dive Dubai”, uma piscina com impressionantes 60 metros de profundidade.

deep dive

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

E não é uma simples piscina: ela tem toda uma temática de “cidade submersa”. Os mergulhadores podem explorar apartamentos abandonados e até gravar filmes em um estúdio de cinema submarino.

 

No ambiente, músicas e luzes especiais estimulam os visitantes a explorar as profundezas de uma cidade perdida reconstruída, repleta de objetos do cotidiano e coberta por uma vegetação exuberante.

deep dive

A nova atração, que surge como mais uma tentativa para atrair turistas em meio à pandemia, tem 1 500 metros quadrados e um volume de água equivalente a 6 piscinas olímpicas — cerca de 14,6 milhões de litros d’água. O melhor? Ela acaba de ser aberta ao público.

 

Leia também

» Orca é flagrada cercando lancha em Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro

» Nova busca tentará encontrar o navio naufragado Endurance, de Ernest Shackleton

» Cidade italiana ressurge depois de 70 anos submersa

 

“É uma piscina de 60 metros de profundidade, 15 metros a mais do que qualquer outra no mundo e duas vezes maior”, disse Jarrod Jablonski, diretor da Deep Dive Dubai, que gerencia o projeto.

deep dive

deep dive
Imagem externa da Pearl Diving Pool, instalação onde fica a Deep Dive Dubai, a piscina mais profunda do mundo — Foto: Deep Dive Dubai via Reuters

Ele ainda explica que a intenção do projeto é “relembrar a herança do mergulho nos emirados e da extração de pérolas”, e por isso o formato de ostra da estrutura externa do complexo.

 

A Deep Dive Dubai oferece cursos de mergulho para iniciantes ou mergulhadores certificados, e 56 câmeras monitoram todo o espaço, para garantir a segurança dos visitantes. Para os interessados, a sessão de uma hora custa entre 500 e 1 500 dirhams (cerca de 700 a 2 000 euros).

Por Naíza Ximenes, sob supervisão do jornalista Maristella Pereira

 

Gostou desse artigo? Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações para ser avisado sobre novos vídeos.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial