O fim do enjoo?

Por: Redação -
06/08/2015

Ninguém ainda descobriu a fórmula perfeita contra o mal estar provocado pelo balanço dos barcos. Mas uma boa notícia para quem sempre enjoa é que a solução pode ser mais simples do que se imagina. Confira abaixo 18 truques para diminuir (ou pelo menos conviver melhor) com o enjoo.

1 – Tome remédio contra enjoo no mínimo uma hora antes de embarcar, para dar tempo de fazer efeito, já que os medicamentos são preventivos e não corretivos.

2 – Durma bastante e bem antes de embarcar e não tome nenhum tipo de bebida alcoólica na véspera. Cansaço e ressaca não combinam com o balanço do mar.

3 – Alimente-se normalmente antes da viagem, mas sem exagero. Estômago cheio provoca enjoo. Vazio demais, também.

4 – Não irrite seu estômago com gorduras, temperos, coisas demasiadamente salgadas ou bebidas com cafeína — Coca-Cola, por exemplo, tem! Fumar também potencializa o enjoo.

5 – Ao embarcar, peça para outra pessoa acomodar os seus pertences no barco. Evite entrar na cabine ou olhar para baixo. Pode dar tontura na hora. Se for sair para pescar, apronte todo o material antes de subir no barco.

6 – Se tiver que entrar na cabine, evite fazê-lo no início do passeio, para permitir que seu organismo se acostume um pouco com o balanço do mar. E, ao entrar, tente olhar para coisas que estejam balançando também, junto com seu corpo, em vez de objetos fixos.

7 – Nem tente ler, fotografar, cozinhar, olhar pelo binóculo, jogar videogame ou mesmo mirar os instrumentos do painel, porque tudo isso acentua o mal-estar.

8 – Escolha um lugar confortável e bem ventilado do convés (sempre externo!) para ficar. É melhor sentir o vento do que ficar zonzo dentro do aconchego da cabine.

9 – Quando o barco estiver em movimento, mantenha o olhar fixo no horizonte e concentre-se em não pensar em nada.

10 – Não tente ficar compensando com o seu corpo o balanço natural do barco. Faça como se estivesse montado num cavalo: suba e desça com o movimento dele, cavalgando nas ondas. Para isso, mantenha a cabeça e o tronco eretos, usando o molejo dos quadris e com os pés firmes no chão. Isso pode ajudar a melhorar a sensação de mal-estar.

11 – Fique na popa, onde balança menos, mas bem longe de qualquer tipo de fumaça de motor ou cheiro de óleo diesel, o que é, infelizmente, bem frequente nas lanchas.

12 – Durante a viagem, só coma alimentos fáceis de digerir e que possam ser consumidos mornos ou frios.

13 – Se a viagem for longa, em vez das tradicionais três refeições ao dia, faça várias menores ao longo dele. E mastigando bem cada garfada, porque isso facilita a digestão.

14 – Deitar-se logo após comer pode provocar náusea intensa. Dê um tempo após cada lanche. Mas, se o enjoo apertar, deite e fique de olhos fechados.

15 – Não deixe de comer nem de beber água. Ficar sem ingerir nada deixa a pessoa que está mareada ainda mais debilitada.

16 – Tente dormir. O sono ajuda recuperar as forças, faz passar o tempo e ajuda a conviver melhor com o mal-estar.

17 – Se mergulhar, evite beber água salgada. Isto provoca enjoo imediato.

18 – Tente sair para navegar com a maior frequência possível, porque está provado que o corpo humano pode se acostumar ao balanço do mar. Ou, pelo menos, ficar menos sensível a ele.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Armatti Yachts vai exibir três lanchas no Marina Itajaí Boat Show 2024

    Modelos de 30, 37 e 42 pés marcarão presença no evento, que acontece de 4 a 7 de julho

    Por que a tocha olímpica não apaga debaixo d’água? Entenda

    Tradicional revezamento que antecede os Jogos contou com trecho submerso na França, a 20m de profundidade no Mediterrâneo

    Enorme submarino de guerra surge em Santos, no litoral de São Paulo

    Embarcação da Marinha, o Tikuna - S34 chamou a atenção ao atracar com tripulantes sobre o casco

    Quase 1.500 anos: cientistas identificam a planta marinha mais antiga do mundo

    Espécie de alga marinha surgiu no Mar Báltico no período das Invasões Bárbaras, de 375 d.C. a 700 d.C

    Copa Mitsubishi de Vela: 2ª etapa termina com premiação e domingo sem ventos

    Participantes disputaram regatas no sábado, mas premiação aconteceu no dia seguinte sem novas competições