Americano transforma sucata de helicóptero de guerra em carro-anfíbio

23/12/2021

Era uma vez um helicóptero de guerra, utilizado no Vietnã, que se transformou em um carro anfíbio e, como tal, foi pilotado tanto em água como asfalto, chegando participar das 24 Horas de Lemons, uma famosa corrida nos Estados Unidos (não confundir com célebre 24 Horas de Le Mans, na França). Tudo por conta das maluquices de um cara chamado Jeff Bloch, também conhecido como Speedycop.

 

 

Sim, era um helicóptero de guerra, utilizado no Vietnã, e foi convertido em um carro anfíbio. Bloch decidiu realizar essa transformação, absolutamente insana, pelo simples prazer de apresentar o primeiro veículo capaz de viajar no ar, na estrada e pela água.

 

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações para não perder vídeos exclusivos

Ele pagou apenas US$ 3 100 pelo velho helicóptero, modelo Bell OH-58 Kiowa, que foi vendido como sucata. Foram necessários seis meses de serviço para que o Speedycopter ganhasse forma, montado sobre o chassi de uma van Toyota 1986 e equipado com suspensão traseira do Mazda Miata e com um motor Audi Quattro 3.0 V6.

 

“Criamos um buraco suave por baixo disso e preenchemos as lacunas com espuma, para obter flutuação na água. Na traseira, colocamos um motor Audi. Eram 220 cavalos de potência, com 30 válvulas”, explicou Bloch. “Foi um grande feito de engenharia”, acentua.

Projetada para decolar e pousar tanto na terra como na água, como qualquer aeronave anfíbia, a antiga máquina de guerra assumiu um papel diferente: disputar corridas nas tais 24 Horas de Lemons, competição bizarra que reúne veículos esquisitões.

 

Aliás, é daí que vem o trocadilho no nome da prova: lemon é como os americanos chamam os carros que só revelam seus defeitos depois que já foram comprados — algo parecido com aquilo que chamamos de “bombas” por aqui. Já deu para entender o espírito, né?

 

Ao contrário das 24 Horas de Le Mans, que acontece apenas uma vez por ano na França, a 24 Horas de Lemons é disputada cerca de 20 vezes por ano, em diversos circuitos dos EUA. E Jeff Bloch corre a maioria das provas, com diversos carros.

 

Mas em nenhuma chamou tanto atenção, em termos de loucura e popularidade, como nessa, em que pilotou o antigo helicóptero.

Insólito, o anfíbio não era a coisa mais rápida na água, mas, sendo muito leve, era excelente na pista: fazia 60 mph (96,5 km/h) em oito segundos. Porém, teve vida curta. Em setembro de 2017, pouco mais de um ano depois de ser fabricado, o SpeedyCopter pegou fogo misteriosamente enquanto estava sendo levado por estrada para um show na Filadélfia. E queimou até se desfazer no asfalto!

 

Durante a sua vida de um ano, o “brinquedo” ganhou vários prêmios e uma enorme visibilidade. Todo mundo queria tirar fotos e descobrir mais detalhes sobre aquela coisa. Como o próprio Bloch diz, não é todo dia que você vê um helicóptero que é um carro de rua e que também pode flutuar.

 

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Público do Rio Boat Show 2024 tem desconto exclusivo em hotel oficial

    Bem localizado, Novotel Leme oferece condições especiais para visitantes do salão náutico mais charmoso da América Latina

    Visita de mergulhador a restos de baleia vence concurso de fotos subaquáticas do mundo; veja imagens

    Competição de fotos de dentro do mar acontece anualmente e conta com diversas categorias

    Filmagem de primeiras ondas de tsunami na Tailândia viraliza 20 anos após desastre

    De férias no local, homem filmou, sem saber, o início do fenômeno de 2004; assista ao vídeo

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show do ano 2000

    Terceira edição do evento teve de lancha sendo construída ao vivo a tanque de mergulho de 5 m de profundidade

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda