Lagoa Azul/Vila Galé encerra 8ª edição com grandes disputas náuticas

Por: Redação -
22/11/2018

A oitava edição do Lagoa Azul/Vila Galé foi encerrada no último sábado (17) com grandes disputas de esportes náuticos. Neste ano, o festival esportivo foi realizado em três dias – iniciado em 15 de novembro -, no Vila Galé Eco Resort do Cabo de Santo Agostinho, parceiro do Lagoa Azul pela segunda vez. O evento, comandado pelo empresário e advogado Sérgio Cavalcanti, fundador do Torneio, com o apoio do Cabanga Iate Clube, contou com a Regata de Vela Oceânica, além das modalidades estreantes de Pesca Esportiva, Pescaria de Caiaque, Remo, Kite Surf, Day Sailer e Paramotor.

O Lagoa Azul/Vila Galé iniciou, na quinta-feira (15), com a 2ª Regata de Vela Oceânica, com os barcos partindo do Marco Zero do Recife até o Vila Galé do Cabo. Na competição, que também somou pontos para o Campeonato Pernambucano de Veleiros de Oceano, melhor para o Patoruzú, do comandante Higínio Marinsalta, que foi o Fita Azul com o tempo de 2h33m50s.

A embarcação pernambucana também ficou na primeira colocação na classe Mocra Regata. Na RGS B, o título foi conquistado pelo Yacht com 3h53m19s. Enquanto no RGS A, o troféu ficou com o Morning Breeze, que concluiu a prova em 3h07m12s. No Mocra Cruzeiro, a primeira colocação foi do Ciranda com 3h06m04s.

No mesmo dia também foi realizado o Torneio de Remo com nove provas em uma raia de 500 metros. Na classificação geral, o Sport terminou como campeão com 20 pontos, seguido pelo Náutico, com 14, e o Cabanga, com 13 pontos conquistados. Após a competição, o Cabanga ainda ministrou aulas de remo para os hóspedes e convidados do evento.

LEIA TAMBÉM

>>Rally Náutico da Bahia completa 10 anos e reúne apaixonados pelo mar
>>Blumenau receberá quarta edição de festival náutico no próximo domingo (25)
>>Vela brasileira comemora os 50 anos da primeira medalha olímpica

A quinta-feira reservou ainda a disputa da Pesca Esportiva. O título ficou com o barco Calango com 230 pontos somados. O segundo lugar foi do Titi, com 152,5 pontos, e o terceiro lugar ficou com o Sonhadora, com 73,5. O Titi ainda foi premiado por ter pescado o maior peixe da competição: uma Cavala de 16.2 kg.

No dia seguinte, foi a vez do Torneio de Kite Surf nas águas próximas ao Vila Galé Eco Resort do Cabo de Santo Agostinho. Após cinco acirradas regatas, o velejador Carlito Moura, do Cabanga, foi o campeão com 7 pontos pelo critério de desempate. O vice-campeonato foi de Anselmo e o terceiro lugar de Romero.

No encerramento do evento, a Copa de Day Sailer foi vencida pela dupla Leonides Alves e Gabriela, com Lucas Barbalho e Diego Teixeira no segundo lugar, e Rafael Chiara e Sérgio Avellar na terceira posição. Já na Pescaria de Caiaque, o título ficou com Osni Lima por ter pescado uma Barracuda de 37 cm, o maior peixe da competição Arthur Mendes ficou com o segundo lugar ao pescar um Xarel de 27 cm e Osni Garcia, com um Robalo de 23 cm, foi o terceiro. Enquanto no Paramotor, o vencedor foi Cláudio Castro. André Zenaide ficou em segundo lugar e Fariston completou o pódio na terceira posição.

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Saiba como seu barco pode ajudar moradores do Rio Grande do Sul

    Grupo Náutica uniu forças com a CUFA para apoiar o estado atingido por enchentes; instituição busca pequenos barcos para o transporte de doações

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada