Lancha elétrica norte-americana promete autonomia de até cinco horas. Saiba mais

Por: Redação -
10/08/2021

Ex-engenheiros da empresa norte-americana SpaceX começaram a explorar um novo mercado à frente da startup Arc. A equipe acaba de apresentar uma lancha elétrica de 475 hp de potência. O primeiro modelo deverá ser comercializado já no fim de 2021 e custará US$ 300 mil, de acordo com informações iniciais da marca.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

O veículo de, aproximadamente, 7,3 metros, atingirá uma velocidade de mais ou menos 64 km/h, segundo a empresa. Além disso, a bateria de 200 kWh promete de três a cinco horas de autonomia, sendo este o maior diferencial de seu produto.

Tanto o CEO Mitch Lee quanto Ryan Cook, cofundador que compartilha a paixão de seu colega por sustentabilidade e se dedicou durante sete anos ao setor espacial junto à empresa de Elon Musk, formaram-se em engenharia mecânica pela Universidade Northwestern (EUA).

Leia também

» Estaleiro australiano apresenta primeiro projeto de catamarã com 82 pés e entrega para 2023

» Benetti lança remake de embarcação de sucesso dos anos 1960

»  Tecnologia e sustentabilidade: estaleiro alemão divulga projeto de megaiate residencial

Apesar da mudança de cenário empreendida por grande parte dos colaboradores, Mitch destaca que a migração de um setor para o outro é “surpreendentemente comum”. Investimentos de US$ 4,25 milhões, levantados pela participação da empresa de capital de risco Andreessen Horowitz e do fundo Lowercarbon Capital, possibilitaram a finalização do projeto.

Mitch Lee, o único das pessoas que trabalham na Arc a não ter passado pela SpaceX, disse, em entrevista ao Bloomberg, que o objetivo da startup é tornar lanchas não poluentes o mais rápido possível pela crença de que a ação é boa para o planeta.

Quem quiser entrar na lista de espera para adquirir uma lancha elétrica pode fazer um depósito reembolsável de US$ 1 mil.

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Estrada de pedra de 7 mil anos atrás é registro da história no fundo do Mar Adriático

    Cerâmicas e outros artefatos encontrados no local são vestígios que podem ter pertencido a antiga civilização de Hvar, na Croácia

    Curtir paisagens com água diminui a frequência cardíaca, apontam estudos

    Efeito positivo da água sobre a pressão arterial foi comprovado em três experiências com humanos

    Estaleiro holandês Feadship lança seu primeiro superiate movido a energia solar

    Embarcação de 59,5 metros representa mais um passo da marca rumo ao objetivo de ser neutra para o clima até 2030

    Mestra levará seu maior barco ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estaleiro estará no evento náutico com três opções de lanchas que vão de 29,5 pés a 35 pés

    Com sucata, mecânico constrói barco à mão para ajudar ilhados no Rio Grande do Sul

    Geraldo perdeu quase tudo na enchente, menos a vontade de ajudar ao próximo