Carro mais caro do mundo, Rolls-Royce Boat Tail é quase um iate sobre rodas

31/12/2021

Ao sonho do iate próprio, é possível juntar outro: o sonho de ter um Rolls-Royce, o icônico carro britânico, símbolo de requinte, luxo e nobreza. Mas não um modelo qualquer (se é que a palavra “qualquer” seja admitida quando se trata da Rolls-Royce, montadora que produz automóveis quase artesanalmente, atendendo as exigências dos muitos ricos e da realeza de todo o mundo).

Para quem é do mar, o modelo da marca inglesa capaz de provocar suspiros é o Rolls-Royce Boat Tail, um conversível que, cotado a 20 milhões de libras (cerca de 28 milhões de dólares, ou quase 150 milhões de reais), chega para ser o novo carro mais caro do mundo.

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp

É o preço que se paga pela (super) exclusividade. Afinal, o modelo terá apenas três unidades produzidas, sendo que uma delas já com garagem certa:  a de Beyoncé e Jay-Z, o casal mais poderoso da indústria musical.

Como o título Boat Tail (cauda de barco, em tradução literal) já revela, o novo Rolls-Royce recebe este nome porque sua traseira se inspira em um iate. Além dos detalhes no acabamento, o que mais chama atenção são o para-choque traseiro e a cauda longa de madeira e inox — um verdadeiro deque, que, quando aberto, revela um  arsenal de itens para um banquete a céu aberto, como se o dono estivesse em um barco de luxo.

Uma minigeladeira para champanhes, um jogo de jantar com pratos de cristal e porcelana fina, talheres de prata e mesas de coquetel com banquetas de pano e um guarda-sol combinando com a pintura são alguns dos itens mais vistosos.

Outro detalhe: o carro foi anunciado como um “modelo que remete às estradas paradisíacas da Cote D’Azur”, na Riviera Francesa.

A empresa não revelou o motor que se esconde na casa das maquinas do Boat Tail, mas a aposta é de que seja o famoso 6.7 V12 de 570 hp.

Nascido no departamento de personalização da marca inglesa (ou seria grife?), o modelo mais caro do mundo foi criado para atender totalmente o gosto do freguês, do desenho da carroceria aos recursos tecnológicos, que podem ir até onde a imaginação quiser. É praticamente um iate sobre rodas.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações para não perder vídeos exclusivos

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial

    Schaefer Yachts anuncia barco que não afunda, ideal para resgates em alto-mar

    Com o nome de Interceptor 48 Pilot, novidade é fruto de parceria com a empresa irlandesa Safehaven Marine

    Criatura de 18 metros está impactando a cadeia alimentar da vida marinha; entenda

    Gelatinoso e transparente, os "picles do mares" causam perturbações no ecossistema durante as ondas de calor oceânicas e preocupam cientistas