Mundial de Star

Por: Redação -
09/07/2014

Terminou no último sábado (5) em Malcesine, na Itália, o Mundial da classe Star. Lars Grael e Samuel Gonçalves encerraram a sua participação na competição na modesta 19ª colocação, apesar de ser a única dupla com duas vitórias nas seis regatas. Os dois acabaram sendo prejudicados por erros dos juízes e ficaram de fora da briga pelo título. Os vencedores foram os alemães Robert Stanjek e Kleen Frithjof.

“Errei em provavelmente ousar demais no posicionamento de partida, mas a arbitragem amadora e a organização local abusaram nos erros de largadas, montagem de percursos e sinalizações”, disse Lars.

Na primeira regata da série, Lars e Samuca foram quartos colocados, porém a Comissão de Regatas desclassificou a dupla, alegando que tinham largado escapado. Já na quarta regata, novamente foram desclassificados pelo mesmo motivo, em uma largada que acabou sendo anulada. Na largada seguinte também anulada, a arbitragem optou por perdoar todos os barcos que foram vistos adiantados na linha de partida, algo que não é comum. Com tantos erros que fugiram do controle, o tão sonhado título mundial teve que ser adiado.

Lars e Samuel estarão de volta ao Brasil no dia 10 e seguirão para Ilhabela, onde disputam, a partir do dia 19, o Sul-Americano da classe Star. A dupla tentará conquistar o quarto título internacional do ano, após vencer a Levin Memorial Cup e a Bacardi Cup, em Miami, e o Hemisfério Ocidental, em New Hampshire, todos nos Estados Unidos.

Na raia em Ilhabela, encontrarão adversários fortes, como a atual dupla bicampeã Sul-Americana Marcelo Fuchs e Ronald Seifert (que foi 5ª colocada no Campeonato Mundial, melhor resultado de um time brasileiro), o tri-campeão Mundial de Star Bruno Prada (que na Itália foi 3º colocado como proeiro do Norueguês Eivind Melleby), além de estrangeiros, como o argentino Torkel Borgstrom.

Lars Grael e Samuel Gonçalves contam com o patrocínio da Light através da Lei de Incentivo do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Resultado final do Mundial de Star:

1. Robert Stanjek e Kleen Frithjof, ALE, 25 pontos perdidos

2. Diego Negri e Sergio Labertenghi, ITA, 27 pp

3. Eivind Melleby e Bruno Prada, NOR/BRA, 27 pp

4. Augie Diaz e Arnis Baltins, USA, 30 pp

5. Marcelo Fuchs e Ronie Seifert, BRA, 40 pp

19. Lars Grael e Samuel Gonçalves, BRA, 102 pp

 

Foto: Fraglia Vela Malcesine

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Na Holanda, live permite acionar "campainha de peixes" para liberar passagem de animais por eclusa

    Transmissão ao vivo mostra quando um peixe aguarda passagem; espectadores avisam operadores ao "tocar campainha"

    Renault apresenta veleiro desmontável, jet elétrico e prancha motorizada

    Marca francesa propõe novas soluções de mobilidade e mostrou inovações durante lançamento de carro elétrico

    No NÁUTICA Talks, Alberto Brandão fala sobre as regatas virtuais no Brasil

    O jogo Virtual Regatta será o centro do papo sobre o eSailing no país, em palestra que acontece dentro do Rio Boat Show 2024

    Movido a energia solar, novo catamarã da Sunreef Yachts promete bateria de 1 mil kWh

    Modelo da Sunreef Yachts contará com tecnologia que percorre toda superfície externa do barco para captar a luz do sol

    JF Sun levará linhas de óculos e acessórios ao Rio Boat Show 2024

    Com especialização em lentes polarizadas e esportivas, marca estará de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória