Náutica Responde: Por que utilizar trator gafanhoto em marinas de praia?

Diferente do trator normal, o gafanhoto pode parecer uma máquina esquisita, mas é muito útil

Por: Redação -
24/01/2023
trator gafanhoto

O trator gafanhoto é um veículo com altura bem diferente dos tratores comuns que levam embarcações. Embora possa parecer uma máquina esquisita e extremamente alta, o veículo é extremamente útil no dia a dia das marinas.

 

No entanto, muita gente ainda não sabe como ele funciona e nem qual o motivo de utilizar esse gigante em marinas de praia. Para acabar com essas dúvidas, o novo episódio do Náutica Responde traz o consultor técnico de NÁUTICA Guilherme Kodja para apresentar as principais diferenças do trator gafanhoto.

 

Explicamos ainda quais as vantagens de se usar esse veículo no transporte entre a garagem náutica e a água do mar. Assista ao episódio completo no vídeo abaixo:

 

 

Você também tem uma dúvida técnica sobre o mundo náutico? Envie sua pergunta para nossa equipe no formulário do Náutica Responde, que você encontra nesta página, logo abaixo.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Cruzeiro nudista pelo Caribe é aposta de empresa dos Estados Unidos; conheça

    Com previsão de lançamento em 2025, viagem sem roupa pelos mares custa a partir de R$ 10 mil, mas tem regras rígidas de convivência

    Robert Scheidt será o embaixador da 51ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

    Maior medalhista da história olímpica do Brasil estará no evento patrocinado pela Mitsubishi de 20 a 27 de julho

    Iate Clube Armação de Búzios anuncia eleitos para a nova gestão; confira

    Em eleição realizada na última segunda-feira (13), o medalhista olímpico Marcos Soares foi nomeado o novo comodoro

    Brasileiro fez imagens inéditas de baleia que quase foi extinta: "indescritível"

    Documentarista flagrou uma das baleias mais rápidas do mundo no mar da Patagônia

    Venda de ingressos para o Marina Itajaí Boat Show 2024 já está aberta; garanta o seu

    Segunda edição do evento está ainda maior, com mais expositores e em formato de circuito 360º sobre a terra e as águas