Nova Zelândia é exemplo de turismo consciente e preservação. Conheça

Por: Redação -
15/06/2021

Junho é um mês especial para a Nova Zelândia. No dia 5, foi comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente e no dia 8, o Dia Mundial dos Oceanos. E ambas as datas combinam perfeitamente com os espíritos de preservação e sustentabilidade exercidos no país. Atualmente, há um esforço conjunto liderado pelo governo para integrar a sensibilização ambiental a muitos aspectos da cultura do país: vida cotidiana, negócios, sociedade, economia, turismo e outros.

 

O conceito da cultura Maori (advinda dos primeiros habitantes da Nova Zelândia, povos indígenas originários da Polinésia) de ‘kaitiakitanga’ é fundamental para que a sustentabilidade seja pilar no cotidiano neozelandês. Os nascidos no país acreditam que são guardiões da terra para as gerações futuras e que seu dever é cuidar e protegê-la.

 

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

 

Não faltam números para comprovar as iniciativas em torno da preservação do meio ambiente: cerca de um terço das terras (33,4%) da Nova Zelândia são legalmente protegidas e gerenciadas pelo Departamento Nacional de Conservação.

Leia também

» Limpeza dos Mares retorna à reserva biológica do Arvoredo neste domingo

» Baleia Jubarte emalhada em rede de pesca é resgatada com sucesso no litoral norte

» Instituição já transformou mais de 70 toneladas de lixo marinho em novos objetos

 

As águas do país – cercado pelo Oceano Pacífico e pelo Mar da Tasmânia- são igualmente conservadas. O Parque Nacional de Milford Sound, um imponente fiorde na Ilha Sul, guarda um dos ambientes marinhos mais intocados do mundo, acima e abaixo da superfície de água. Além desta maravilha da natureza, existem outros 13 espetaculares e preservados fiordes (entradas de mar entre montanhas) espalhados pelo território neozelândes.

 

Em 2018, em colaboração com parceiros dos setores público e privado, o Turismo da Nova Zelândia estreou a Promessa Tiaki, iniciativa pela qual viajantes internacionais e domésticos são convidados a conhecer o país de uma forma que garanta a segurança de todos, protegendo o meio ambiente, respeitando a cultura local e preservando o país para gerações futuras.

 

A Promessa Tiaki, em sua totalidade, descreve o que viajantes e turistas podem fazer para cuidar da Nova Zelândia, viajar com segurança e agir como guardiões de terras, cursos d’água, animais e oceanos do país.

 

Com o propósito de pensar em iniciativas sustentáveis para o setor de turismo, recentemente o governo estabeleceu uma força tarefa por meio de uma parceria público-privada independente. A ideia é mapear as mudanças que a Nova Zelândia pode fazer em seu sistema de turismo, enriquecendo o país, seus habitantes e seus visitantes. A grande meta é fazer com que o país seja a maior referência do mundo em turismo sustentável e detentor de rigorosas políticas de preservação.

 

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Vokan apresenta serviço de seguros náuticos no Marina Itajaí Boat Show 2024

    A corretora estará presente no evento, que acontece entre 4 e 7 de julho, em Santa Catarina

    Estofados náuticos da Agroquímica estarão no Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estande terá opções da marca Kelson's para todos os gostos no salão que acontece de 4 a 7 de julho

    Yachtmax leva Ferretti 720 ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Representante da Ferretti e Okean no Brasil estará com dois barcos no evento náutico, de 4 a 7 de julho

    Gravidez misteriosa de arraia que convivia só com tubarões foi solucionada

    Charlotte apareceu grávida em fevereiro em aquário nos EUA, mas não dividia o recinto com arraia macho

    Yamaha terá jets e motores no Marina Itajaí Boat Show 2024; confira modelos

    Quatro WaveRunners e motores de popa vão compor o estande da marca no salão, que acontece de 4 a 7 de julho