Artista e ativista ambiental britânico inaugura museu subaquático em Cannes, na França

Por: Redação -
08/02/2021

O escultor e ativista ambiental britânico Jason deCaires Taylor é conhecido por suas obras em tamanho natural que repousam no fundo do mar, em museus subaquáticos que podem ser visitados pelo público em destinos turísticos como Cancún, no México, e Lanzarote, nas Ilhas Canárias.

 

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

 

No último dia 1º de fevereiro, o artista inaugurou mais um endereço para visitantes dispostos a saírem molhados de um museu. O Underwater Museum of Cannes (“Museu Subaquático de Cannes”, em português) fica em uma marina desativada dessa cidade da Riviera Francesa e é considerado o primeiro do gênero em todo o país.

 

O ecomuseu fica em Sainte-Marguerite, ilha que ficou famosa pela fortaleza que abrigou o misterioso Homem da Máscara de Ferro, no século 17, um prisioneiro não identificado que passou 34 anos sob custódia do mesmo carcereiro.

As obras de Taylor não são apenas a forma encontrada de alertar sobre o colapso ambiental mundial e manifestar suas preocupações sobre o assunto, mas também uma integração harmoniosa com o entorno.

 

Por isso, o novo atrativo francês contou com a participação de moradores da região que tiveram seus rostos usados como molde para as esculturas do artista, como o pequeno Anouk, de 9 anos, e Maurice, um pescador de 80 anos.

 

O trabalho levou quatro anos para ficar pronto e é a primeira instalação do artista no Mar Mediterrâneo. “A máscara é uma metáfora do oceano. Um lado representa força e resiliência; o outro, fragilidade e decadência”, explica Taylor.

 

A uma profundidade de cerca de três metros, o museu é o mais acessível do portfólio de Taylor, já que é possível visitá-lo apenas fazendo snorkelling, e suas peças, assim como em todas as outras intervenções de Taylor, são fixadas no fundo do mar para evitar que o próprio mar desloque o museu.

 

Leia mais:

>> Novo túnel subaquático que liga Ilhas Faroé conta com estrutura colorida atrativa. Veja

>> Estúdio italiano apresenta novo conceito de catamarã anfíbio movido a energia solar

>> Conheça o parque subaquático que atrai turistas e baianos na Baía de Todos-os-Santos

Formado pelo London Institute of Arts, esse artista de 47 anos é considerado pioneiro em levar para o mundo marinho os conceitos da Land Art, movimento de integração da arte com o meio ambiente. É também de sua autoria o Molinere Underwater Sculpture Park, primeiro parque de esculturas marinhas, inaugurado em 2006, em Grenada, no Caribe.

 

Seus projetos procuram chamar a atenção para a fragilidade da biosfera marinha e a urgente necessidade de proteção. Por isso, suas obras são feitas com materiais de Ph neutro e superfícies texturizadas são criadas para darem origem a espaços de proteção e áreas de reprodução, a fim de atraírem a fauna e a flora locais para a criação desses recifes artificiais. A cada temporada, o museu vai ganhando novas formas e texturas, de acordo com a proliferação de algas e outros seres marinhos.

 

Assim como avisa o artista, suas obras ficam em áreas afastadas de sistemas naturais de recifes e têm servido como um laboratório vivo para documentação e monitoramento do desenvolvimento de um recife desde o início, cuja biomassa marinha, em alguns casos, apresentou um aumento de mais de 200% em áreas desertas do mar. Em outras palavras, o conceito de arte transformadora foi atualizado com sucesso.

 

Gostou desse artigo? Clique aqui para receber o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e leia mais conteúdos.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    No NÁUTICA Talks, Paula Vianna mergulha nos desafios da fotografia subaquática

    Vencedora de concursos internacionais, fotógrafa é presença confirmada no Rio Boat Show 2024

    Série de NÁUTICA com família a bordo de barco centenário já tem data de estreia

    Com 10 episódios, “A Europa como você nunca viu” acompanhará um casal, uma criança e um cachorro pelos canais dos Países Baixos

    NÁUTICA Talks: velejador Silvio Ramos palestra sobre "cruzeiro dos sonhos" no rio Amazonas

    Criador do BRally, o empresário contará como foi a circum-navegação, em bate-papo que acontece dentro do Rio Boat Show 2024

    Governo abre inscrições para curso gratuito de Condutor de Turismo Náutico

    Formação, totalmente online, foi criada em parceria do Ministério do Turismo com Universidade Federal Fluminense

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show 2018

    Das lanchas de entrada aos grandes iates, o público pôde ver de perto opções para todos os gostos e bolsos