O ouro possível

Por: Redação -
16/08/2016

Quinta-feira, dia 18, marcará o encerramento da participação da Equipe Brasileira de Vela na Rio-2016. E com chance de medalha de ouro, já que Martine Grael e Kahena Kunze, após as regatas classificatórias finais da 49er FX, realizadas hoje, terminaram na segunda colocação geral, com 57 pontos. Porém, descartando-se os piores resultados, tanto elas quanto as espanholas Berta Moro e Tamara Dominguez, além das dinamarquesas Jena Hansen e Katja Steen Salskov-Iversen, estão empatadas, com 46 pontos cada uma.

Dessa forma, Kahena e Martine — filha do multimedalhista olímpico Torben Grael e sobrinha de Lars Grael, dono de duas medalhas — podem fechar com chave de ouro uma irregular participação do time brasileiro. E, por tabela, inaugurar uma nova geração olímpica vencedora na modalidade, inclusive, dando força para os que deverão participar do próximo ciclo olímpico, como Jorginho Zarif, dono do quarto lugar na Finn, nesta Rio-2016.

Na 49er, por sua vez, quase deu para Marco Grael e Gabriel Borges. A dupla brasileira assegurou o 11º lugar, somando 109 pontos, apenas 0,7 atrás dos poloneses Pawel Kolodzinski e Lukasz Przybytek, que somaram 108,3. De qualquer forma, valeu a luta de Marco e Gabriel.

Na 470 Feminino, cuja Medal Race acontece nesta quarta-feira, 17, a dupla brasileira, formada por Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan, cumpriu o programa de regatas classificatórias e garantiu sua vaga. Elas figuram na nona colocação geral, com 71 pontos, porém, não têm mais chances de lutar por uma medalha.

Já Henrique Haddad e Bruno Bethlem nem sequer conseguiram classificação para a Medal Race de sua classe, a 470 Masculino, que também ocorre amanhã, na Baía de Guanabara. Após as regatas classificatórias finais realizadas hoje, a dupla de brasileiros conseguiu apenas a 23ª colocação na classificação geral, com 167 pontos — somente os dez primeiros participam da última prova, cuja pontuação vale em dobro.

Foto: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingwww.nautica.com.br

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Catamarã elétrico de startup vence concurso e fará parte da autoridade marítima de Singapura

    Embarcação participa do projeto singapurense que pretende acabar com emissões portuárias até 2050

    Casas flutuantes em alta: conheça as mais luxuosas do mundo

    Inspire-se com cinco modelos das moradias sobre as águas que estão fazendo a cabeça dos milionários

    Com dois barcos de 19 pés, Ross Mariner mostra lançamento no Rio Boat Show 2024

    Boas opções de entrada, embarcações estarão no salão, de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    NÁUTICA Talks recebe Marina Bidoia, mais jovem velejadora a concluir a Refeno

    Velejadora realizou o trajeto Recife-Fernando de Noronha aos 24 anos, e vai levar experiência ao Rio Boat Show 2024

    Posto flutuante da rede Golfinho estará no Rio Boat Show 2024

    Loja de conveniência batizada de WayPoint também será apresentada de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória