Ponte da Holanda será desmontada para que iate de Jeff Bezos possa passar

Por: Redação -
05/02/2022
Foto: Shutterstock

A cidade de Roterdã, na Holanda, desmontará temporariamente parte de sua histórica Ponte Koningshaven para que o iate de Jeff Bezos (fundador da Amazon e um dos homens mais ricos do mundo), construído pelo estaleiro Oceanco, possa ser transferido para o Mar do Norte neste verão, de acordo com uma porta-voz da cidade.

 

O estaleiro holandês lançou megaiate, que custa cerca de US$ 500 milhões, no outono passado em seu estaleiro no Porto de Roterdã. Conhecido como Projeto Y721 por enquanto, será o maior iate à vela do mundo, de acordo com a Boat International.

 

A Oceanco teve um problema com a ponte ferroviária de Koningshaven, inaugurada em 1929: sua folga de 40 metros é muito baixa para o modelo de três mastros. A pedido do estaleiro, a cidade holandesa removerá a seção transversal superior e a colocará de volta após a passagem do superiate.

À medida que os holandeses constroem superiates únicos cada vez maiores, eles enfrentam problemas de logística. No mês passado, a Heesen Yachts transferiu um iate de 80 metros para o Mar do Norte, passando por duas pontes com apenas alguns centímetros de sobra. A Oceanco, com sede no Porto de Roterdã, constrói rotineiramente mais de 100m (328 pés).

 

A ponte ferroviária foi a primeira do gênero na Europa Ocidental. Seu vão central poderia ser elevado para permitir que os navios passassem por baixo. Foi desativado em 1994, substituído por um túnel e posteriormente declarado monumento nacional.

 

Embora os planos exatos, cronograma e custos não tenham sido definidos, Oceanco e Bezos arcarão com os gastos da alteração. Como parte do patrimônio arqueológico da cidade, a ponte ocupa um lugar especial nos corações locais. “Achei que era uma piada de primeiro de abril”, disse um Rotterdammer à TV holandesa.

 

“Fiquei um pouco surpreso e chateado, na verdade”, disse outro. “É ótimo para a cidade e para o setor marítimo que um iate como esse seja construído aqui. Ainda assim, ficamos surpresos”.

 

A construção de superiates na Holanda é responsável por 10 mil empregos e gera um faturamento de cerca de € 2 bilhões, de acordo com o site de navegação holandês Schuttevaer.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Catamarã elétrico de startup vence concurso e fará parte da autoridade marítima de Singapura

    Embarcação participa do projeto singapurense que pretende acabar com emissões portuárias até 2050

    Casas flutuantes em alta: conheça as mais luxuosas do mundo

    Inspire-se com cinco modelos das moradias sobre as águas que estão fazendo a cabeça dos milionários

    Com dois barcos de 19 pés, Ross Mariner mostra lançamento no Rio Boat Show 2024

    Boas opções de entrada, embarcações estarão no salão, de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    NÁUTICA Talks recebe Marina Bidoia, mais jovem velejadora a concluir a Refeno

    Velejadora realizou o trajeto Recife-Fernando de Noronha aos 24 anos, e vai levar experiência ao Rio Boat Show 2024

    Posto flutuante da rede Golfinho estará no Rio Boat Show 2024

    Loja de conveniência batizada de WayPoint também será apresentada de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória