Punição

Por: Redação -
03/06/2015

A classificação da Volvo Ocean Race mudou após o veredito de um júri – formado pela Federação Internacional de Vela (Isaf) que penalizou três equipes durante a disputa da sétima etapa da Volta ao Mundo, entre Newport, nos Estados Unidos, e Lisboa, em Portugal. Team SCA (Sam Davies / GBR), Dongfeng Race Team (Charles Caudrelier / FRA) e Mapfre (Iker Martínez / ESP) admitiram ter navegado em uma área imprópria no Oceano Atlântico e perderam pontos.

O resultado da decisão muda a tabela de classificação. O vice-líder agora é o Team Brunel com 22 pontos perdidos. O mesmo número do Dongfeng Race Team, que perde nos critérios de desempate. O Mapfre, do brasileiro André ‘Bochecha’ Fonseca, perdeu um ponto e a quarta colocação para o Team Alvimedica. Ambos têm 27 pontos perdidos. O Team SCA foi penalizado com dois pontos e está em sexto no geral com 43. “Não tivemos vantagens esportivas com isso. Foi um engano da nossa parte”, disse Sam Davies, do Team SCA.

O comandante do Mapfre, Xabi Fernandez, lamentou a decisão. ‘Perder um ponto na atual fase é ruim. Foram muitas horas de sacrifício, trabalho, esforço e riscos. Nós acreditamos que poderia ter outras sanções, como tempo em vez de pontos, para compensar o erro, não alterando a classificação geral”.

As três equipes reconheceram terem cometido as infracções, mas todos disseram que houve uma “confusão” sobre o sistema de separação do tráfego (TSS).

Agora, as equipes precisam se preparar para a oitava etapa, que começa neste domingo (7). Os barcos deixam Lisboa com destino à cidade francesa de Lorient para um percurso 647 milhas náuticas.

Foto Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show do ano 2000

    Terceira edição do evento teve de lancha sendo construída ao vivo a tanque de mergulho de 5 m de profundidade

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda

    Vila flutuante nas Maldivas promete ser o mais novo "point" dos milionários

    Projeto da rede de hotéis de luxo Soneva traz uma série de comodidades luxuosas com diárias a partir de R$ 25,6 mil

    São Paulo inaugura estruturas náuticas de uso público para alavancar turismo

    Municípios de Pereira Barreto, Três Fronteiras e Rubinéia deram início à primeira fase do Programa de Turismo Náutico

    Nada de bingo! Aos 81 anos, velejadora aposentada bate recordes navegando sozinha

    Mesmo aposentada, Jeanne Socrates já realizou voltas ao mundo num veleiro, e totalmente solitária