Quase R$ 800 milhões de reais: superiate de 123 metros vai a leilão na Europa

36° lugar no ranking de maiores iates do mundo, embarcação fazia parte de fundação criada por príncipe saudita

23/10/2022
Reprodução: Leitor SYT/ SuperYatch Times

O superiate Golden Odyssey foi colocado a leilão em Malta, região central do Mediterrâneo. Com capacidade para 32 passageiros e 50 tripulantes, o superiate está avaliado atualmente em 150 milhões de euros — ou quase R$ 780 milhões (em valores convertidos em outubro de 2022) e já esteve a cargo de um príncipe saudita.

Com 123 metros de comprimento, a embarcação foi tomada pelo Deutsche Bank Luxembourg, após o não pagamento de uma dívida.

Reprodução: Merijn de Waard/ SuperYatch Times

Segundo dados do portal Times of Malta, a Kal Marine Limited — uma empresa com sede nas Bermudas, conhecido paraíso fiscal — é quem está registrada como proprietária do superiate.

 

O problema começou quando essa companhia fez um empréstimo no banco local em 2013, colocando a embarcação como garantia. Com a falta de pagamento da dívida de 116 milhões de euros, o banco fez a apreensão e, por decisão judicial, o superiate teve sua venda anunciada, pelo mesmo valor de sua avaliação.

 


 

Nesta semana, a Justiça de Malta autorizou a compra da embarcação pela East Thrive Peace Limited, companhia registrada nas Ilhas Virgens Britânicas. Com a concretização da venda, essa transação vai representar a maior soma já obtida por um iate em uma venda judicial em Malta, afirma o Times of Malta.

Reprodução: Merijn de Waard/ SuperYatch Times

Conheça o Golden Odyssey

A imponente embarcação faz parte da “The Golden Fleet” (“A frota dourada”, em tradução para o português), juntamente com outros dois navios de apoio — o M/Y Golden Shadow, de 67 metros, e o M/Y Golden Osprey, de 30 metros — e estava a serviço da “Living Oceans Foundation”, instituição criada pelo príncipe saudita Khaled Bin Sultan.

 

Construído pelo estaleiro alemão Lurssen, o Golden Odyssey tem 404 pés, acomoda até 32 pessoas em suas 16 cabines, além de ter espaço para 50 tripulantes. Com estrutura feita com aço e alumínio, tem motorização dupla. Sua velocidade de cruzeiro é de 11 nós e a máxima chega a 21 nós.

 

O design exterior tem assinatura da Francis Design, enquanto o design do interior ficou a cargo de Alberto Pinto, o mesmo que cuidou dos iates Axioma, Alfa Nero e La Créole, este último pertencente à família Gucci. Graças ao seu grande tamanho, a embarcação está em 36° lugar no ranking de maiores iates do mundo.

 

*Por Felipe Yamauchi, sob supervisão da jornalista Denise de Almeida

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Submarino da Marinha dos EUA utilizado na 2ª Guerra Mundial é encontrado no mar da China

    Embarcação perdida em combate há quase 80 anos estava a 900 metros de profundidade em posição vertical

    Primeira turma de mulheres na Marinha lança livro com vivências e bastidores

    Obra dividida em quatro capítulos relembra o pioneirismo das 307 jovens que se tornaram as primeiras praças na força armada

    Bilionário planeja visita ao Titanic e chama submarino que implodiu de "engenhoca"

    Larry Connor está construindo um submersível capaz de alcançar 3,7 mil metros de profundidade

    Novo aquário da China promete animais marinhos em ambiente de sonho

    Espaço de 140 mil m² prevê receber 3,5 milhões de pessoas por ano a partir de 2027, quando inaugurar

    Teste Solara 380 Bowrider: lancha encanta com amplos espaços e boa navegabilidade

    Muito agradável para uso externo, a nova embarcação tem aberturas laterais na popa, solário triplo e cockpit espaçoso