Represa da paz

Por: Redação -
13/04/2015

A represa do Broa (que praticamente ninguém conhece pelo seu nome oficial, represa do Lobo) é um pequeno reservatório de água doce, no município paulista de Itirapina, que, por sua vez, poucos já ouviram falar. É formada pelo represamento de oito pequenos córregos (entre eles, o próprio rio do Lobo, que batizou a represa, embora ele não passe de um riacho pouco representativo até na região) e tem pouco mais de meia dúzia de quilômetros de extensão. No tamanho, a represa mais parece uma lagoa e fica numa região central do estado de São Paulo sem nenhuma representatividade náutica. Ou seja, dito assim, parece um lugar sem nenhum atrativo, certo? Mas espere só até chegar lá e dar de cara com uma paisagem assim, que ninguém cansa de olhar. Ou, então, se deslizar na água for a sua praia, de esquiar ou praticar wakeboard na água limpa e lisinha desta represa, que, pelo seu tamanho diminuto, tem vocação natural para os esportes náuticos. Além de encher os olhos de todo mundo que nem sabia que ela existia.

Leia a reportagem completa na edição deste mês de NÁUTICA Sudeste. Já nas bancas ou fazendo o download da revista digital. Clique aqui e leia.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show do ano 2000

    Terceira edição do evento teve de lancha sendo construída ao vivo a tanque de mergulho de 5 m de profundidade

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda

    Vila flutuante nas Maldivas promete ser o mais novo "point" dos milionários

    Projeto da rede de hotéis de luxo Soneva traz uma série de comodidades luxuosas com diárias a partir de R$ 25,6 mil

    São Paulo inaugura estruturas náuticas de uso público para alavancar turismo

    Municípios de Pereira Barreto, Três Fronteiras e Rubinéia deram início à primeira fase do Programa de Turismo Náutico

    Nada de bingo! Aos 81 anos, velejadora aposentada bate recordes navegando sozinha

    Mesmo aposentada, Jeanne Socrates já realizou voltas ao mundo num veleiro, e totalmente solitária