Hong Kong: como era o restaurante flutuante que afundou no mar da China

Por: Redação -
22/06/2022

O restaurante flutuante Jumbo, famoso ponto turístico de Hong Kong, afundou no mar da China Meridional no último domingo (19). O estabelecimento, que imitava um palácio imperial chinês, enfrentou condições adversas ao passar pelas Ilhas Xisha. Segundo comunicado da Aberdeen Restaurant Enterprises, não houve nenhum ferido.

 

O Jumbo estava fechado desde 2020, em decorrência das medidas restritivas ocasionadas pela pandemia de Covid-19. Sua controladora não conseguiu encontrar um novo proprietário e, sem fundos para manter o restaurante, optou por encerrar suas operações.

 

Os habitantes de Hong Kong puderam despedir-se do restaurante na terça-feira (14), quando foi rebocado do Porto de Aberdeen, seu lar por 46 anos.

 

O estabelecimento já recebeu diversos clientes célebres, como a rainha Elizabeth II do Reino Unido, o ator Tom Cruise e o ex-presidente americano Jimmy Carter. Também apareceu em diversos filmes, incluindo um do Jackie Chan e outro da franquia Godzilla.

Como era o restaurante?

O Jumbo era uma estrutura flutuante gigantesca com diversas opções de culinária, a começar pelo Dragon Court, um restaurante requintado localizado no primeiro andar. Seu design interior consistia em um misto de elementos da dinastia Ming e visuais da China contemporânea.

O local ainda contava com uma escola de culinária e três jardins, incluindo um que costumava sediar casamentos e coquetéis. Também possuía um restaurante fast food e uma área voltada à exibição de peças de bronze.

 

No topo, o Roof Deck oferecia um banquete ao ar livre com vista para a metrópole cantonesa. Por último, o Sampan Dining proporcionava aos clientes uma experiência única: um jantar de frutos do mar a bordo de uma sampana, tradicional embarcação chinesa de pequeno porte cujo centro possui uma cobertura de bambu que funciona como abrigo.

 

Por Gabriel Caldini, sob supervisão da jornalista Maristella Pereira.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Catamarã elétrico de startup vence concurso e fará parte da autoridade marítima de Singapura

    Embarcação participa do projeto singapurense que pretende acabar com emissões portuárias até 2050

    Casas flutuantes em alta: conheça as mais luxuosas do mundo

    Inspire-se com cinco modelos das moradias sobre as águas que estão fazendo a cabeça dos milionários

    Com dois barcos de 19 pés, Ross Mariner mostra lançamento no Rio Boat Show 2024

    Boas opções de entrada, embarcações estarão no salão, de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    NÁUTICA Talks recebe Marina Bidoia, mais jovem velejadora a concluir a Refeno

    Velejadora realizou o trajeto Recife-Fernando de Noronha aos 24 anos, e vai levar experiência ao Rio Boat Show 2024

    Posto flutuante da rede Golfinho estará no Rio Boat Show 2024

    Loja de conveniência batizada de WayPoint também será apresentada de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória