Sayula

Por: Redação -
26/06/2014

Em 8 de setembro de 1973, uma flotilha de 17 barcos deixou Portsmouth, na Inglaterra, para enfrentar a primeira edição Volvo Ocean Race, que era chamada de Whitbread. Ninguém apostou no tal Sayula, liderado pelo mexicano Ramon Carlin. Quando a flotilha voltou para a Grã-Bretanha, lá estavam eles em primeiro lugar.

Para recordar o feito, a equipe se reuniu na Cidade do México, justamente na casa de Carlin. A iniciativa foi de Bernardo Arsuaga, que está trabalhando em um documentário sobre a equipe. A maioria não se encontrava desde a cerimônia de entrega de prêmios em 1974. “Foi maravilhoso e muito emocionante. Você pode encontrar bons velejadores em todos os lugares, mas é muito raro encontrar alguém com a visão de Ramon Carlin. Ele era – e ainda é – um grande cara e um grande líder”, disse Dalrymple-Smith.

Com 50 anos na época, o mexicano viu um anúncio sobre a regata. Decidido, comprou um Swan 65, levou sua esposa Paquita, seu filho Enrique, seu melhor amigo Adolfo e dois sobrinhos com ele para Europa. Por lá achou experientes velejadores que toparam formar o time. Os 12 companheiros de equipe não se conheciam e só se reuniram pouco antes da regata. “Ramon se aproxima de um comandante perfeito”, explica Bob Martin. “Ele se preocupava com a gente, nós tivemos a melhor comida e o barco foi perfeitamente equipado”.

Assim como Sayula, o sucesso da equipe vencedora – seja ela qual for – vai depender do respeito e amizade a bordo. A Volvo Ocean Race, sem espaço para decisões de última hora e amadorismo, começa em outubro deste ano, na Espanha.

Foto: Arquivo pessoal de Bernardo Arsuaga

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Brasileira faz "dobradinha" em premiação da ONU de fotos marinhas

    A fotógrafa Andrea Marandino conquistou a 1ª e 2ª colocação em concurso mundial

    Robô submarino encontra lula com ovos gigantes no fundo do mar

    Cientistas acreditam tratar-se de nova espécie do animal, capaz de botar ovos com o dobro do tamanho comum

    Grand Ocean Boats leva lancha de 37 pés ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estaleiro exibirá o modelo Grand Ocean 37 na segunda edição do evento náutico, que vai de 4 a 7 de julho

    De 4º maior lago do mundo a deserto: o que aconteceu com o Mar de Aral

    Má gestão de recursos naturais tornou o Mar de Aral um dos maiores desastres ambientais do mundo

    Destroços do último navio de Ernest Shackleton são encontrados no Canadá

    Quest, explorador polar de uma das figuras mais conhecidas da navegação, está no mar de Labrador, a cerca de 390 m de profundidade