“Superquinta” da vela

Por: Redação -
18/08/2016

Com quatro Medal Races agendadas para hoje — incluindo a da 49er FX, que será a última do programa e pode até render ouro para o Brasil —, emoção não vai faltar na data derradeira do calendário da vela na Rio-2016, uma verdadeira “superquinta”. Como, ontem, a falta de ventos na Baía de Guanabara impediu a realização das Medal Races da classe 470, Masculino e Feminino, a organização remarcou as disputas para logo mais, a partir das 13h05, com a regata final da 470 Feminino ocorrendo na raia do Pão de Açúcar (onde, aliás, ocorrerão todos os “pegas” desta tarde).

Os homens da 470 vão para a água em seguida, com previsão de início às 13h50, e, seguindo o programa, teremos as provas decisivas da 49er e da 49er FX, em que as brasileiras Martine Grael e Kahena Kunze possuem grandes possibilidades de faturar uma medalha — inclusive a de ouro. A primeira Medal Race está marcada para as 14h35 e a segunda (a mais aguarda por nós, brasileiros), para as 15h20.

No entanto, a organização emitiu um comunicado alertando que, se os ventos forem insuficientes, o destino da classe 470 será definido pelos pontos até agora conquistados (com descarte do pior resultado de cada equipe). Ou seja, a classificação atual seria mantida.

Caso isso aconteça, a “superquinta” vai virar uma quinta-feira menos interessante, já que as Medal Races da 49er e da 49er FX só seriam decididas amanhã, aumentando ainda mais a expectativa da torcida por uma medalha brasileira na vela olímpica. Em todo caso, teríamos uma sexta-feira pra lá de turbinada!

Foto: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingwww.nautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Vírus gigante encontrado no Ártico pode amenizar efeitos do aquecimento global

    Estudo aponta que o organismo, mil vezes maior do que o vírus da gripe, consegue desacelerar o derretimento do gelo; entenda

    Estrada de pedra de 7 mil anos atrás é registro da história no fundo do Mar Adriático

    Cerâmicas e outros artefatos encontrados no local são vestígios que podem ter pertencido a antiga civilização de Hvar, na Croácia

    Curtir paisagens com água diminui a frequência cardíaca, apontam estudos

    Efeito positivo da água sobre a pressão arterial foi comprovado em três experiências com humanos

    Estaleiro holandês Feadship lança seu primeiro superiate movido a energia solar

    Embarcação de 59,5 metros representa mais um passo da marca rumo ao objetivo de ser neutra para o clima até 2030

    Mestra levará seu maior barco ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estaleiro estará no evento náutico com três opções de lanchas que vão de 29,5 pés a 35 pés