25º Circuito Conesul de Vela de Oceano

Por: Redação -
19/09/2016

O barco C’est la vie VI, comandado por Henrique Dias, do Veleiros do Sul, foi o vencedor do 46º Troféu Seival, com 68.7 milhas de distância, destinado para os barcos das classes ORC Internacional. Ele se tornou pentacampeão (2005, 2010, 2012, 2014 e 2016) da mais tradicional regata da classe oceano gaúcha com percurso pelo Guaíba e Lagoa dos Patos e igualou o número de vitórias do barco Inca 2000, de Alfredo Becht. C’est la vie VI fez a regata no tempo real de 16h28min53s. Em segundo lugar ficou o barco Hobart, de Airton Schneider, Clube dos Jangadeiros, com a diferença de 25min12s no tempo corrigido para o primeiro colocado.

Para a tripulação do C’est la vie VI, a regata teve um mau início, mas ao longo da prova foi superando as dificuldades. “Foi bem sofrido no começo, fomos muito perto da costa na altura do canal do Cristal e entramos numa zona sem vento, fomos ficando para trás da flotilha. Conseguimos andar bem com o ventinho sul e já na Ponta Grossa fomos recuperando posições, demos um bordo certo em Itapuã e pegamos o ‘caminho do vento’ com as rondadas sendo favoráveis para nossa posição na regata. O Troféu Seival é a regata preferida e estamos orgulhosos dessa conquista”, disse o comandante Henrique, de 28 anos.

No ano passado Henrique foi pentacampeão do Circuito Conesul, mas não havia conseguido a quinta vitória no Seival. Dessa vez a vitória teve um significado ainda maior para ele. “Dediquei esta conquista para meu pai que faleceu neste ano. Ele sempre me perguntava se eu havia ganho a regata do “quadro”, referindo-se ao quadro troféu onde vão as placas dos vencedores do Seival, por isso foi importante para mim e minha família”, completou Henrique.

Na classe Bico de Proa do Troféu Seival, o campeão foi o barco San Chico, de Francisco Freitas (CDJ) que foi o fita azul ao cruzar a linha de chegada às 02h36min15s da madrugada de domingo e ganhou o Troféu Xodó.

Na 27ª Regata Farroupilha para barcos da BRA – RGS, com percurso de 50 milhas de distância, a vitória foi do Abaquar, de Lucas Mazim (CDJ) com o tempo corrigido de 11h43min19s e em segundo ficou o Taz, de Augusto Moreira (VDS) com 12h00min23s. O primeiro a cruzar a linha foi o Vento e Alma, de Cláudio Mika (CDJ) as 00h53min27s. Na classe Microtoner o vencedor foi o Batucada, de José Eduardo Araújo (SAVA). No 19º Velejaço Farroupilha o campeão geral foi o barco Marina, de Ivan Carvalho (CDJ) que chegou às 19h15min07s.

O 25º Circuito Conesul termina no feriado de terça-feira, 20, comemoração da Revolução Farroupilha, com a disputa das duas últimas regatas de barlasota a partir das 13 horas. A competição conta com a participação de 25 barcos dos clubes de Porto Alegre: Veleiros do Sul, Clube dos Jangadeiros, Iate Clube Guaíba e SAVA e do Iate Clube Saldanha da Gama, Pelotas.

Foto: Ricardo Pedbos

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Fountaine Pajot leva catamarã de 16 metros ao Rio Boat Show 2024

    Aura 51 é o maior catamarã a vela sem flybridge do estaleiro francês e estará no evento náutico de 28 de abril a 5 de maio

    No NÁUTICA Talks, Elio Crapun palestra sobre revolução dos hidrofólios nas embarcações

    Velejador abordará detalhes sobre realidade e avanços de barcos que navegam sobre fólios durante o Rio Boat Show 2024

    Casarini Boats levará mistura de bote com jet ao Rio Boat Show 2024

    Embarcação inovadora será um dos destaques do evento que acontece de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    No NÁUTICA Talks, Paula Vianna mergulha nos desafios da fotografia subaquática

    Vencedora de concursos internacionais, fotógrafa é presença confirmada no Rio Boat Show 2024

    Série de NÁUTICA com família a bordo de barco centenário já tem data de estreia

    Com 10 episódios, “A Europa como você nunca viu” acompanhará um casal, uma criança e um cachorro pelos canais dos Países Baixos