A bordo de jet Sea-Doo, piloto paulistano está otimista para Brasileiro de Jet

Por: Redação -
10/08/2022

O piloto paulistano Jeferson Gomes está otimista para sua estreia em Rifaina (SP), na segunda etapa do 33º Campeonato Brasileiro de Jet 2022/Pre World Qualifying Series.

Ele competirá a bordo de um jet SeaDoo RXP-X 300 preparado pela Fracing. A moto aquática conta com design em “V” profundo, com atenção engenhosa aos detalhes e o exclusivo design Shark Gill, que visa melhor aceleração e controle preciso e de aceleração total em qualquer condição. O motor Rotax® 1630 ACE ™ – 300 alia potência, alta eficiência e aceleração.

VEJA TAMBÉM
>> Não perca: última chance de garantir desconto nos ingressos do São Paulo Boat Show

Jeferson Gomes soma nove títulos nacionais no currículo e estará nas disputas da segunda etapa do Brasileiro de Jet — entre os dias 19 e 21 deste mês, na prainha do Rio Grande –, que reunirá os melhores pilotos do país e convidados internacionais.

Na primeira etapa, realizada no mês passado, em Caraguatatuba, Gomes obteve a terceira colocação pilotando o jet Sea-Doo na categoria Runabout Pro Turbo Stock. Ele ficou atrás do paulistano Valdir Brito Júnior e do gaúcho Nelio Azeredo dos Santos.

“Foi uma corrida no mar muito difícil, a maioria dos pilotos não está acostumada nesse tipo de situação. Vários pararam e consegui chegar ao pódio, também levando-se em conta que estava com equipamento inferior aos concorrentes. No geral foi bom”, avaliou.

O paulistano ainda não competiu em Rifaina e está com boas perspectivas. “Vou conhecer a cidade agora, mas as informações que tenho de lá são bastante positivas. Nessa segunda etapa será fundamental ter um bom preparo e venho treinando, um bom equipamento e estamos fazendo os acertos necessários e um pouco de sorte. Certamente será uma etapa muito disputada”, destacou o piloto.

Vários pilotos jovens estão marcando presença no 33º Campeonato Brasileiro de Jet. Para Jeferson Gomes, a introdução das categorias Novatos incentiva quem quer começar. “Isso é bastante positivo e fortalece a modalidade”, avaliou.

Outro aspecto positivo citado por Gomes nessa edição do Campeonato Brasileiro é a realização de três etapas em locais diferentes — a terceira será de 7 a 11 de setembro, em Paraty (RJ). “Ficamos dois anos sem competição, em razão da pandemia, e agora estamos retomando e com três etapas, o que é muito bom e motiva a todos”, ressaltou.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial

    Schaefer Yachts anuncia barco que não afunda, ideal para resgates em alto-mar

    Com o nome de Interceptor 48 Pilot, novidade é fruto de parceria com a empresa irlandesa Safehaven Marine

    Criatura de 18 metros está impactando a cadeia alimentar da vida marinha; entenda

    Gelatinoso e transparente, os "picles do mares" causam perturbações no ecossistema durante as ondas de calor oceânicas e preocupam cientistas

    Minas Gerais ganhará bar flutuante de vinhos na Represa do Funil

    Com o nome de Almas Gerais, iniciativa tem previsão de entrega em julho de 2024 e faz parte do milionário projeto Enovila