Capitania dos Portos de São Paulo ampliou ações de fiscalização no período do carnaval

Por: Redação -
12/03/2019

No período de 1º a 5 de março, a Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) intensificou, por conta do feriado de Carnaval, a fiscalização aquaviária nos municípios da Baixada Santista (São Vicente, Praia Grande, Peruíbe, Itanhaém, Bertioga e Guarujá) e nas cidades do interior de Minas Gerais (Município de Capitólio e regiões que são banhadas pela Represa de Furnas), como parte das ações da “Operação Verão” 2018/2019.

O fluxo intenso de turistas nessas regiões, associado à crescente demanda de praticantes de esportes náuticos e às denúncias sobre irregularidades nesses feriados, suscitou o reforço das atividades de fiscalização da segurança da navegação em áreas de elevada concentração de embarcações de esporte e recreio e de turismo náutico.  O esforço da Marinha do Brasil, nessa atividade, visa minimizar a possibilidade da ocorrência de acidentes náuticos, orientando e estimulando o público-alvo na prática consciente do esporte.

Nesse período, 474 embarcações foram inspecionadas; 44 notificadas e  seis apreensões foram feitas pelas equipes da CPSP.  Cerca de 130 militares, dez embarcações e seis viaturas participaram dessa operação no feriado de Carnaval.


Fotos: Divulgação

LEIA TAMBÉM
>>Turistas ficam ilhados no Superagui após ressaca e maré alta
>>Volvo Penta apresentará conceito Easy Boating no Rio Boat Show 2019
>>Novo iate de 27 metros da Azimut Yachts será fabricado no Brasil

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Armatti Yachts vai exibir três lanchas no Marina Itajaí Boat Show 2024

    Modelos de 30, 37 e 42 pés marcarão presença no evento, que acontece de 4 a 7 de julho

    Por que a tocha olímpica não apaga debaixo d’água? Entenda

    Tradicional revezamento que antecede os Jogos contou com trecho submerso na França, a 20m de profundidade no Mediterrâneo

    Enorme submarino de guerra surge em Santos, no litoral de São Paulo

    Embarcação da Marinha, o Tikuna - S34 chamou a atenção ao atracar com tripulantes sobre o casco

    Quase 1.500 anos: cientistas identificam a planta marinha mais antiga do mundo

    Espécie de alga marinha surgiu no Mar Báltico no período das Invasões Bárbaras, de 375 d.C. a 700 d.C

    Copa Mitsubishi de Vela: 2ª etapa termina com premiação e domingo sem ventos

    Participantes disputaram regatas no sábado, mas premiação aconteceu no dia seguinte sem novas competições