Conheça lancha elétrica que pode ser transportada no teto de um carro

Embarcação de empresa alemã teve detalhes pensados para diminuir peso da lancha

22/05/2023
Fotos: Divulgação

Projetado para ser o barco a motor mais leve do mundo, o Dayboat EB Eins foi apresentado pela startup Kaebon, empresa com sede em Munique, na Alemanha. Com 17 pés de comprimento, 5,6 pés de largura e apenas 89 kg, o o barco é feito de materiais compostos de carbono ultraleves.

Apesar de ser uma lancha elétrica leve o suficiente para caber e ser transportada no teto de um veículo, a proa do EB Eins foi pensada para ser capaz de perfurar as ondas.

De acordo com a startup, fundada em 2021 por Kai Krause – um fã de vela e regata – as camadas do barco são feitas de fibra de carbono pré-preg de núcleo de espuma temperada a vácuo, material que garante resistência ao cisalhamento, baixo peso e capacidade de carga.

Estratégias da Kaebon para construir uma lancha elétrica leve

Visando diminuir o peso da embarcação, a Kaebon optou pela construção de um casco leve, o que possibilita um trem de força menor para propulsão sem comprometer o desempenho, apesar de um motor menor.

 

Além disso, a empresa trocou as presilhas de metal convencionais por presilhas têxteis, que funcionam tão bem quanto, mas pesam menos. Já para o acabamento externo, a Kaebon utilizou tinta topcoat, que dá brilho, protege o barco e reduz a estimativa de peso em relação ao gelcoat.

 

No final das contas, o peso total do barco, com motor e bateria, é de apenas 250 kg.

Características do Dayboat EB Eins

Com inspiração nos barcos clássicos da década de 1920, que misturavam esportividade e estilo, a embarcação possui um design de aparência limpa. A proa invertida, longas linhas d’água e um formato de cunha foram pensados para maximizar a eficiência da lancha elétrica.

Para além do aspecto estético, a Kelbon não deixou de focar na otimização aerodinâmica e hidrodinâmica do barco, visando reduzir o arrasto e aumentar o desempenho.

 

O EB Eins acomoda até quatro passageiros, sendo que a disposição dos assentos pode ser personalizada de acordo com as necessidades dos tripulantes, que podem contar com um bimini para sombra durante os dias de sol.

Além de leve, a lancha elétrica é silenciosa, mesmo em altas velocidades. O dayboat oferece duas opções de e-drive Torqeedo: o Cruise 6.0 premium drive e o Cruise 12.0 performance drive.

 

A primeira opção conta com um motor de 6.000 watts, que fornece potência de propulsão equivalente a um motor a gasolina de 9,9 cv e está associado a uma bateria de lítio de 5.000 kWh, enquanto a segunda é equivalente a 25 cv.


A lancha elétrica pode atingir uma velocidade aproximada de 15 nós e, com carga total, oferece 45 minutos de navegação rápida. Quando usado para navegar lentamente, o barco pode atingir até 10 horas de uso.

 

O Dayboat EB EIns foi exibido na edição deste ano do Düsseldorf Boat Show e já está disponível para encomenda. Os valores variam de € 59.900, pouco mais de R$ 330 mil, para o modelo com motor Torqeedo Cruise 6.0, e € 74.900, pouco mais de R$ 414 mil, para a versão Torqeedo Cruise 12.0 (valores convertidos em abril de 2023).

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    A bordo de lancha, Tom Brady foge do inverno e curte mergulho com filhos

    Ex-jogador astro da NFL compartilhou o momento em suas redes sociais no último domingo (26)

    NX Boats comemora nove anos do estaleiro em nova edição do Summer Day

    Celebração aconteceu na paradisíaca Praia de Carneiros, em Pernambuco, e contou com cerca de 500 convidados

    Primeira edição do Foz Internacional Boat Show foi sucesso de público e de negócios

    Evento de 4 dias gerou cerca de R$ 30 milhões em negócios. Ao todo, 40 barcos foram vendidos

    Valendo R$ 50 mil: reality “A Bordo” confina mulheres por 40 dias em iate

    Nas águas do Rio Negro, no Amazonas, 14 mulheres participam de provas e dinâmicas em busca do prêmio

    Após ouvir barulhos, dono de veleiro descobre que dividia barco com passageiro inusitado

    Episódio aconteceu na Ilha Raymond, na Austrália, com uma criatura típica dessa região