Forasteiros em Ilhabela

Por: Redação -
06/06/2015

As inscrições para a Ilhabela Sailing Week, principal competição de oceano da América Latina, seguem a todo vapor e até o momento mais de um terço dos barcos inscritos virão de longe para competir na Capital Nacional da Vela entre 3 e 11 de julho. Com sede no Yacht Club de Ilhabela, a 42ª edição do evento já tem presença confirmada de tripulações da Argentina, Uruguai, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.

Uma legião de velejadores argentinos e uruguaios estará de volta à raia em Ilhabela neste ano, embarcados no Brisa, do Club de Regatas La Plata; no Cristabella, do Yacht Club Uruguayo e em mais quatro veleiros da classe Star que representarão o Yacht Club Olivos e o Yacht Club Argentino, ambos de Buenos Aires. O Cristabella já pertenceu a um brasileiro, o velejador Marcelo Massa, que levou o barco à vitória no Circuito Ilhabela de vela oceânica, atual Copa Swift Sport, em 2008. Também teve presença assídua na Ilhabela Sailing Week e em Regatas Santos-Rio na década passada.

Em 2014, muitos velejadores do cone sul, frequentadores regulares das regatas em Ilhabela, estiveram no Brasil algumas semanas antes da competição. Optaram por acompanhar seus países na Copa do Mundo de futebol. Neste ano estão de volta. “É sempre um prazer recebermos tripulações de outros países, como de nossos parceiros, Yacht Club Argentino e Yacht Club Uruguayo, e também de outros estados brasileiros. Além de elevar o nível técnico das regatas, a confraternização pelo esporte se torna mais intensa”, afirma o diretor de Vela do Yacht Club de Ilhabela, Carlos Eduardo Souza e Silva, o Kalu.

A esquadra carioca está prestes a suspender âncora rumo a Ilhabela, trazendo entre outras embarcações, Kalimera, Shawarma Express, Tô Nessa, Ventaneiro, Maestrale, Petit Prince, Santa Fé, Kibyxu, Lucky, Xavanti e Miisca (Star). Os barcos da HPE 25, Arretado, Relaxa e Carioca Fiote, também do Rio de Janeiro, disputaram o Campeonato Brasileiro da classe no último fim de semana de maio e permanecerão no Yacht Club de Ilhabela, assim como o Tereza (RS) e o Força 12 (SC). O Surfer Spirit (RJ) é mais uma presença garantida entre os HPE.

Os veleiros que vêm do Sul, com sorte podem fazer a navegação costeira impulsionados por uma frente fria em direção ao Canal de São Sebastião. San Chico, Itajaí Sailing Team, Zeus, Viva Extraordinário e outros barcos já confirmaram presença na Ilhabela Sailing Week 2015. O Zeus Team terá como desafio defender o título da competitiva classe C30 conquistado em 2014. O mesmo vale para o barco carioca Lucky, vencedor da RGS B na edição anterior, enquanto pelo menos quatro barcos da Escola Naval do Rio de Janeiro, representando a Marinha do Brasil, brigarão pelo bicampeonato na disputa por equipes.

 

Foto Marcos Méndez / SailStation

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Boberto por 202 m² de painéis solares, barco percorreu quase 63.040 milhas náuticas apenas com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos

    Casal troca apartamento para viver em veleiro com seis gatos

    Embora a rotina de manutenção do catamarã seja dura e exigente, Aline e José garante que vale a pena

    Novo submarino Tonelero será lançado ao mar no fim de março, no Rio de Janeiro

    Embarcação militar de 71,6 metros é oriunda do Programa de Desenvolvimento de Submarinos, selado entre Brasil e França