Martine e Kahena assumem liderança da 49er FX no Troféu Prinecsa Sofia

Por: Redação -
04/04/2019
Foto: Pedro Martinez

Na reta final do Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca, na Espanha, a Equipe Brasileira de Vela aparece no top 10 de quatro das dez classes em disputa. Nesta quinta-feira (4), Martine Grael e Kahena Kunze assumiram a liderança da 49er FX, com 47 pontos perdidos. O Brasil também está no pelotão de frente da 470 feminina, 470 masculina e RS:X feminina. O país ainda tem chances de avançar para as regatas da medalha da Laser, Finn e Nacra 17.

A sexta-feira (5) será o último dia da fase de classificação, com início das disputas previsto para 6h de Brasília. As provas de definição do pódio estão marcadas para sábado (6).

Na 49er FX, Martine e Kahena tomaram o primeiro lugar no geral com os seguintes resultados nesta quinta-feira: 11º, nono e terceiro lugares nas três regatas de um dia de vento forte e rondado. As campeãs olímpicas têm no seu encalço as neozelandesas Alexandra Maloney e Molly Meech, prata nos Jogos Rio 2016, que estão com 66 pontos perdidos.

“Amanhã ainda temos três regatas para disputar, é muito ponto em jogo antes da medal race. O dia foi difícil hoje, mas, contando que as adversárias também tiveram dificuldades, foi bem positivo para nós”, afirmou Martine Grael.

LEIA TAMBÉM
>>Paris ganhará centro cultural flutuante no rio Sena
>>Primeiro restaurante submerso é inaugurado na Europa
>>Ferretti Yachts se prepara para lançar novo modelo de 72 pés

Na 470 feminina, a medalhista olímpica Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan aparecem em sexto lugar da classificação geral, com 61 pontos perdidos, logo atrás das campeãs mundiais Ai Yoshida e Miho Yoshioka, do Japão (53 p.p.). Na 470 masculina, Geison Mendes e Gustavo Thiesen estão em décimo lugar, com 69 pontos perdidos. E na RS:X feminina, Bruna Martinelli segue entre as dez primeiras, em nono lugar (97 p.p.).

O Brasil ainda se mantém firme na disputa da Laser, com Robert Scheidt em 13º (81 pontos perdidos, apenas três pontos fora da zona de classificação para a medal race) e Bruno Fontes em 19º (102 p.p.). Na Finn, Jorge Zarif ocupa a 13ª posição, com 106 pontos perdidos. E na Nacra 17, Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino correm por fora, na 16ª colocação (128 p.p.).

O Troféu Princesa Sofia abre o calendário europeu de competições de classes olímpicas e tem mais de 1 200 velejadores inscritos, de 68 países. O Brasil é representado por 22 atletas.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Homem recupera Apple Watch que estava perdido no mar do Caribe há mais de um ano

    Aparelho foi encontrado ainda funcionando graças à ferramenta de localização do dispositivo

    Fluvimar mostrará sua linha de pontoons e barcos de pesca no Brasília Boat Show

    Estaleiro paranaense tem 30 anos de mercado e quase 13 mil barcos na água; salão acontece de 14 a 18 de agosto

    Maior barco da Fibrafort, lancha F420 Gran Coupé será destaque no Brasília Boat Show

    De 14 a 18 de agosto, público do evento náutico poderá conferir de perto os detalhes dessa e de outras duas embarcações do estaleiro

    Doutor Bruno: atleta olímpico dividiu rotina do kitesurf com medicina e mira ouro em Paris

    Entre plantões médicos e velejadas, Bruno Lobo superou lesões e falta de apoio para estrear nas Olimpíadas de 2024

    Fotos inéditas do Titanic prometem revelar detalhes nunca vistos dos destroços

    Expedição ao naufrágio conta com dois robôs ultra tecnológicos, que farão imagens e mapeamentos 3D no fundo do oceano