Megaiate que foi de cofundador da Microsoft faz parada no Brasil, a caminho da Antártica

Com 126 metros, Octopus já pertenceu a Paul Allen e agora está disponível para aluguel

29/11/2022
Divulgação

Está em águas brasileiras o megaiate Octopus, que já foi um dos maiores iates privados do mundo e ostenta um nível incrivelmente alto de luxo.

 

Construído pelo estaleiro alemão Lurssen, a embarcação chegou recentemente ao Rio de Janeiro, segundo a BYS International publicou em suas redes sociais.

Sua passagem pelas águas brasileiras, no entanto, será rápida: no início de dezembro ela segue viagem até a Antártica, onde passará a temporada de verão 2022/2023.

Divulgação

Com mais de 126 metros de comprimento, este é o primeiro ano em que a embarcação está disponível para para ser alugada. Vale lembrar que, quando foi finalizado, em 2003, o Octopus foi comprado pelo já falecido cofundador da Microsoft, Paul Allen.

 

Construído em aço e equipado para realizar missões de reconhecimento e recuperação do oceano profundo, a embarcação já foi inclusive emprestada a governos para missões de recuperação de artefatos da Segunda Guerra Mundial do oceano.

 

 

O iate possui sala médica totalmente equipada, centro de mergulho completo com câmara hiperbárica, um submarino e até dois heliportos. Com todas essas inovações, diversas pesquisas sérias podem ser feitas com a embarcação, que é forte o suficiente para superar as condições extremas das viagens polares.

Divulgação

Seu interior conta com dois elevadores, uma piscina, um cinema, quadra de basquete, um estúdio de gravação com vista para o mar e 13 suítes. Todos os cômodos seguem um alto padrão de qualidade e de sofisticação.

Divulgação

Quando estive nele pela primeira vez, me senti dentro de uma nave espacial – Paul Allen, antigo dono do Octopus

Divulgação

De acordo com a Camper & Nicholsons, responsável pelo fretamento do modelo, o aluguel do megaiate custa a partir de 2,2 milhões de euros por semana (aproximadamente R$ 12,2 milhões, em valores convertidos em novembro de 2022).

 

Por Felipe Yamauchi, sob supervisão da jornalista Denise de Almeida

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Olimpíadas de Paris: você sabia que o surfe não será disputado na França?

    Em decisão polêmica, Comite Olímpico escolheu outro país para sediar todas as baterias do esporte; entenda

    Adolescente para lancha desgovernada e impede acidente em lago nos EUA

    Imagens gravadas por quem estava no local mostram jovem de 17 anos saltando de um jet em direção ao barco que rodopiava sem condutor

    Público do Brasília Boat Show tem desconto exclusivo em hotéis parceiros; saiba como funciona

    Visitantes do evento náutico, que atraca pela primeira vez no Lago Paranoá, poderão desfrutar de condições especiais no momento da reserva

    Navio de pesquisa de 1962 é capaz de “ficar de pé” no mar; assista em ação

    Quando na vertical, paredes internas viram pisos e móveis são adaptados para a nova posição

    Na dúvida de qual jet comprar? Confira modelos da Sea-Doo para cada necessidade

    Empresa conta com opções que atendem desde iniciantes no universo náutico até apaixonados por velocidade ou pesca