Parada histórica

Por: Redação -
07/04/2015

A Volvo Ocean Race desembarcou no Brasil e as previsões se concretizaram: festa e carinho do público de Itajaí (SC), Vila da Regata lotada e velejadores cansados e sedentos por comida e banho quente após uma prova longa e decidida nos quilômetros finais. Mais emoção prevista com a chegada do Team SCA, barco 100% feminino.

A maior regata do mundo parou na cidade catarinense pela segunda vez e, só no primeiro fim de semana do megaevento esportivo, quase 70 mil pessoas foram assistir a chegada dos barcos, incluindo nos molhes de Itajaí e Navegantes. A previsão é que até o dia 19 de abril – data da largada para Newport – mais de 300 mil pessoas se envolvam com a regata.

Depois de 12 mil quilômetros pelos mares do Sul, Cabo Horn e icebergs, os atletas ficaram impressionados com a recepção dos brasileiros. Porém, quem ganhou mais atenção foi o catarinense André ‘Bochecha’ Fonseca, que integra o Mapfre, segundo colocado na quinta etapa. “Foi uma das maiores emoções que senti. Foi indescritível”.

O vencedor foi da etapa foi Abu Dhabi, que lidera a competição no geral. A equipe cruzou a linha de chegada neste domingo (5). Menos de uma hora depois apareceram Mapfre, Team Alvimedica e Team Brunel. “Foi a melhor etapa de todas. Apesar de muitos problemas com pequenas quebras, foi a perna que mais me diverti”, Bouwe Bekking, comandante do Team Brunel.

Números
20 mil pessoas nos molhes de Itajaí e Navegantes
49.748 pessoas na Vila da Regata em apenas três dias
Objetivo é chegar a 300 mil pessoas
Itajaí tem 203 mil habitantes

Tempo total do percurso de Auckland até Itajaí
Abu Dhabi Ocean Racing – 18 dias, 23 horas e 30 minutos
Mapfre – 19 dias e 02 minutos
Team Alvimedica – 19 dias e 24 minutos
Team Brunel – 19 dias e 25 minutos

549 milhas velejadas em 24 horas pelo Abu Dhabi – recorde de velocidade desta edição da Volvo Ocean Race.

Foto: Ainhoa Sanchez / Volvo Ocean Race

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sino de navio americano naufragado durante a Primeira Guerra Mundial é encontrado na Inglaterra

    Embarcação naufragou após ser atingida por submarino alemão; objeto será exposto no Museu da Marinha americana

    Com método inovador, jovem inventor quer acabar com plásticos no mar

    Irlandês criou equipamento para monitorar poluição aos 12 anos e foi premiado pelo Google aos 18; conheça

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Barco percorreu mais de 63 mil milhas náuticas só com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos