Volvo Ocean Race

Por: Redação -
19/03/2015

As primeiras 48 horas da quinta etapa da Volvo Ocean Race, entre a Nova Zelândia e o Brasil, foram bastante agitadas. Os seis barcos pegaram, logo de cara, ventos de até 30 nós e ondas variando de 5 a 8 metros. As batidas dos cascos contra ondas atrapalharam a vida dos atletas a bordo: poucos conseguiram dormir e comer. As imagens enviadas pelas equipes mostram a realidade enfrentada na Oceania, que ainda tem resquícios do ciclone Pam, um dos mais devastadores da história.

Na primeira atualização da tarde desta quinta-feira (19), o holandês Team Brunel estava em primeiro lugar, seguido pelo Team Alvimedica e Abu Dhabi. O espanhol Mapfre era o quarto, com pequena vantagem sobre Dongfeng e Team SCA.

“Vento forte e as ondas gigantes continuam batendo, uma atrás da outra. Nossos gladiadores estão perdendo todo suco gástrico”, disse o comandante holandês Bouwe Bekking.

A situação requer 100% de concentração dos atletas, mesmo eles se sentindo como se estivessem em um touro de rodeio ou em uma montanha russa. “Estamos, na verdade, enjoados e exaustos. O estado do mar é realmente confuso e que torna difícil fazer qualquer coisa”, disse Amory Ross, repórter a bordo do Alvimedica.

Os barcos são esperados em Itajaí em 7 de abril, mas a data pode mudar de acordo com intensidade dos ventos e destreza dos tripulantes. As seis equipes têm pela frente a perna mais longa do evento — 6 776 milhas náuticas ou 12.550 quilômetros — e dificuldades como o frio dos mares do Sul, ondas gigantes e o temido Cabo Horn.

Foto: Ainhoa Sanchez / Volvo Ocean Race

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

 

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda

    Vila flutuante nas Maldivas promete ser o mais novo "point" dos milionários

    Projeto da rede de hotéis de luxo Soneva traz uma série de comodidades luxuosas com diárias a partir de R$ 25,6 mil

    São Paulo inaugura estruturas náuticas de uso público para alavancar turismo

    Municípios de Pereira Barreto, Três Fronteiras e Rubinéia deram início à primeira fase do Programa de Turismo Náutico

    Nada de bingo! Aos 81 anos, velejadora aposentada bate recordes navegando sozinha

    Mesmo aposentada, Jeanne Socrates já realizou voltas ao mundo num veleiro, e totalmente solitária

    Solara Boat House fará sua estreia nas águas durante o Rio Boat Show 2024

    Estaleiro terá ainda 3 lançamentos e outros 6 barcos no evento que acontece de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória