Novidade da Seacar, carro aquático tem internet da Starlink que funciona “em qualquer lugar aberto”

Atracado no Marina Itajaí Boat Show 2024, modelo Seacar Maestry 2025 estará ao alcance do público até dia 7 de julho

Por: Redação -
06/07/2024
Foto: Rivo Biehl/ Revista Náutica

Quem é fã dos universos automobilístico e náutico encontra nos modelos da Seacar Company a união de ambas as paixões. Fabricante de carros aquáticos, como a empresa chama suas lanchas com aparência de carrões, a Seacar atracou no Marina Itajaí Boat Show 2024 com duas opções, sendo uma delas lançamento: a Seacar Maestry 2025.

Para os que não gostam de ficar offline, o barco com aparência de carrão esportivo traz uma boa notícia. Por ser equipado com internet via satélite da Starlink — empresa do bilionário Elon Musk — garante o sinal em “qualquer lugar aberto”, conforme explica Nilton Góes, diretor da Seacar.

 

“O pessoal está gostando. É um modelo novo, com GPS, fibra de carbono e motor marinizado. Nossa linha comporta até duas pessoas, por motivos de segurança”, comenta à NÁUTICA.

Foto: Rivo Biehl/ Revista Náutica

Do Boat Show para o mundo

Em meio a um universo de lanchas, iates e jets, as opções da Seacar atraem olhares curiosos por um motivo que Nilton conhece bem: “Tem muita gente que nem sabia que existia carro aquático, ainda mais fabricado aqui, na cidade de Itajaí”.

Foto: Victor Santos/Revista Náutica

Exibir os modelos em eventos náuticos, portanto, “é de total relevância” para a empresa. Afinal, foi graças à exposição em Boat Shows que a Seacar ampliou sua visibilidade para águas internacionais.

Conseguimos clientes fora do país através do Boat Show. Você se torna uma vitrine, mostra não só para o Brasil, como para o mundo– Nilton Goés, da Seacar

Foto: Rivo Biehl/ Revista Náutica

Além de conhecer a fundo os modelos, o público que passar pelo estande da Seacar também poderá se beneficiar de descontos especiais e condições diferenciadas de pagamento — afinal, a venda é tratada diretamente com a fábrica.

Foto: Victor Santos/Revista Náutica

 

 


Marina Itajaí Boat Show 2024

Reunindo lazer e negócios à beira-mar, o Marina Itajaí Boat Show 2024 traz as principais novidades do mercado náutico em um circuito 360° sobre as águas. Com passarelas flutuantes e uma ponte móvel, o salão está com novo layout e 30% maior do que a edição anterior.

 

A projeção deste ano é que cerca de 20 mil pessoas passem pela Marina Itajaí durante os quatro dias de Boat Show. A edição deste ano ainda terá um propósito solidário, direcionando esforços para apoiar a população do Rio Grande do Sul afetada pelas enchentes: 5% da arrecadação com a venda de ingressos será destinada a apoiar essa importante causa, reforçando o compromisso do evento com a solidariedade e a responsabilidade social.

 

Anote aí!

Quando: De 4 a 7 de julho de 2024
Onde: Marina Itajaí (Av. Carlos Ely Castro, 100, Centro, Itajaí-SC)
Horário: Quinta e sexta-feira das 13h às 21h; sábado e domingo das 11h às 21h
Mais informações: site do evento
Ingressos: site oficial de vendas

 

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Tags

    Relacionadas

    Brasília Boat Show transformará a capital do país no epicentro do mercado náutico

    Primeira edição do salão no Centro-Oeste acontece de 14 a 18 de agosto, nas águas do Lago Paranoá; garanta seu ingresso!

    NX Boats desembarca nos EUA com sua maior lancha, a NX 50 Invictus

    Modelo de 50 pés com hardtop estreou recentemente em águas norte-americanas; estaleiro descreveu momento como “histórico”

    Professor larga tudo para dar volta ao mundo em veleiro de 8 metros

    Pelas redes sociais, Luke Hartley compartilha suas aventuras a bordo de uma 27 pés de 1976

    Mestra Boats exibirá grandes sucessos de 29 a 35 pés no Brasília Boat Show

    Estaleiro disponibilizará aos visitantes do evento náutico a Mestra 352 HT, seu maior modelo, e outros dois barcos bem resolvidos; confira

    No século 17, maior navio do mundo foi construído no Brasil e batizou o Aeroporto do Galeão

    Embarcação de guerra foi construída a pedido da coroa portuguesa, que buscava recuperar terras perdidas para a Espanha